Publicidade

Estado de Minas

Operação contra pornografia infantil na internet prende um em BH e outro em Coronel Fabriciano

Prisões aconteceram em Belo Horizonte e Coronel Fabriciano, duas cidades que tinham mandado de busca e apreensão previstos e houve flagrantes no cumprimento das ordens judiciais


postado em 23/05/2019 08:46 / atualizado em 23/05/2019 12:28

Alvo dos policiais são computadores e outros dispositivos eletrônicos(foto: Polícia Federal/Divulgação)
Alvo dos policiais são computadores e outros dispositivos eletrônicos (foto: Polícia Federal/Divulgação)
Minas Gerais é alvo de operação nacional contra pornografia infantil na internet na manhã desta quinta-feira. Em dois mandados de busca e apreensão destinados às cidades de Belo Horizonte e Coronel Fabriciano, no Vale do Rio Doce, os policiais encontraram situações de flagrante e por isso duas pessoas foram presas, uma em cada local.

A ação visa combater a produção, armazenamento e distribuição de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes na internet.

A operação batizada de Nêmesis é uma ação nacional, que acontece também em outros sete estados do país e soma 28 mandados de busca e apreensão. Em atualização divulgadas às 11h, a PF já havia cumprido 19 dos 28 mandados de busca e prendido em flagrante oito pessoas.

Cerca de 120 policiais estão espalhados pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraíba, Sergipe e Maranhão para cumprir as ordens judiciais.

A operação é desencadeada neste dia 23 de maio em alusão à semana do dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Segundo a Polícia Federal essa data remonta ao caso Araceli, em que a garota Araceli Crespo, de 8 anos, foi violentada e brutalmente assassinada. O crime aconteceu em 18 de maio de 1973 e os culpados jamais foram identificados e punidos.


Publicidade