Publicidade

Estado de Minas

PM troca tiros com bandidos e prende traficante com submetralhadora no Morro das Pedras

Grupo seria integrante da 'Gangue do Vitinho', que estaria aterrorizando população local em razão do tráfico de drogas


postado em 02/05/2019 10:51 / atualizado em 02/05/2019 12:19

Arma foi apreendida com traficante depois que ele desobedeceu ordem de parada e apontou na direção dos militares(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Arma foi apreendida com traficante depois que ele desobedeceu ordem de parada e apontou na direção dos militares (foto: Polícia Militar/Divulgação)
Um traficante foi preso na noite desta quarta-feira no Morro das Pedras, aglomerado da Região Oeste de Belo Horizonte. Houve troca de tiros entre bandidos e policiais e o trficante foi baleado na perna. Segundo a Polícia Militar, a corporação recebeu informação que quatro pessoas estavam armadas no morro e ela seriam integrantes da "Gangue do Vitinho". Vitinho é o traficante Vitor Ribeiro Sampaio.

Para averiguar a denúncia, a PM montou uma operação divindo os policiais por cima e por baixo do aglomerado. Na parte de cima os militares encontraram o grupo, que atirou contra os PMs. Todos eles fugiram em direção à parte baixa do morro. Nesse local, os militares viram um homem correndo de arma em punho. Ele desobedeceu ordem de parada e apontou a arma para os policiais, que atiraram e balearam o criminoso, que se tratava do traficante Vitinho.

O bandido foi socorrido e os policiais foram encaminhados ao 22º Batalhão para os procedimentos de praxe nesse tipo de ocorrência em que há disparo de tiros por militares contra criminosos. Populares disseram que Vitinho seria o autor de um homicídio no dia 29 de abril e estaria aterrorizando a população local para assumir o controle da venda de drogas na região.

Uma submetralhadora de fabricação americana que estava em poder do traficante foi apreendida, além de cinco cartuchos de calibre nove milímetros e um carregador com capacidade para 60 cartuchos. A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes 3 da Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade