Publicidade

Estado de Minas

Helicóptero da PM cai durante treinamento em Ribeirão das Neves; veja vídeo

Cinco pessoas estavam dentro da aeronave no momento da queda, mas não há ferimentos graves, segundo a Polícia Militar


postado em 24/04/2019 16:43 / atualizado em 25/04/2019 10:03

As causas da queda estão sendo apuradas(foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
As causas da queda estão sendo apuradas (foto: Tulio Santos/EM/D.A Press)
O helicóptero Pégasus da Polícia Militar (PM) caiu na tarde desta quarta-feira em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A queda da aeronave aconteceu durante um exercício que era realizado no Centro de Instrução da PM, localizado na MG-806, na Fazenda das Lajes. Cinco pessoas estavam dentro do helicóptero e foram socorridas. Após a queda, a aeronave teria se incendiado. Tratava-se de uma AS 350 B3, Esquilo – aeronave adquirida em 2014, a mais nova da corporação.

O major Flávio Santiago, porta-voz da corporação, afirmou que a princípio a aeronave teve uma perda de sustentação durante a ação dos militares. “Em treinamento com cinco tripulantes, no Centro de Instrução da Polícia Militar, em Ribeirão das Neves. Preliminarmente, tivemos a informação que a aeronave teve uma perda de sustentação durante um treinamento que era necessário. Nós temos que fazer uma série de treinamentos protocolares”, afirmou.

Os cinco militares que estavam na aeronave conseguiram sair e foram encaminhados para o hospital. O estado de saúde deles ainda está sendo apurado. “Os militares foram socorridos. Não temos as informações totais, mas, em princípio, não temos confirmação de gravidade. Ainda não posso adiantar muita informação. O que sabemos é que eles conseguiram sair, mas a aeronave está em chamas”, disse.

Entre as vítimas está o major Leonardo, que não se feriu com gravidade, o tenente Neto, que teve escoriações na mão e sofreu uma pancada na cabeça. Outros dois sargentos se feriram. Um deles, Ragner, bateu forte com a cabeça e teve um corte no local. Além disso, teve um ferimento profundo no glúteo. Outro sargento, Peter, fraturou o braço esquerdo. O subtenente Matos teve escoriações leves.

Ambulância transporta ferido do acidente de helicóptero em área militar(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Ambulância transporta ferido do acidente de helicóptero em área militar (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
O helicóptero é o mais utilizado pelas polícias no mundo, de acordo com a corporação. A AS B3, Esquilo tem capacidade de 6 passageiros e fazia parte de um treinamento do curso de formação de tripulantes operacionais.  Ainda não se sabe as causas do acidente, mas será realizada a perícia amanhã. A investigação fica a cargo da Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade