Publicidade

Estado de Minas

Helicóptero mais veloz e com maior carga vai auxiliar em ocorrências com barragens em Minas

Aeronave com capacidade para transportar oito pessoas pertencia ao gabinete do governador e foi doada ao Comando de Aviação do Estado (Comave)


postado em 01/04/2019 16:29 / atualizado em 01/04/2019 18:25

Helicóptero Dauphin N2, é o mesmo modelo utilizado pelo Exército Brasileiro(foto: Polícia Militar de Minas Gerais/Divulgação)
Helicóptero Dauphin N2, é o mesmo modelo utilizado pelo Exército Brasileiro (foto: Polícia Militar de Minas Gerais/Divulgação)
A Polícia Militar de Minas Gerais recebeu, nesta segunda-feira, um helicóptero que pertencia ao gabinete do governador de Minas Gerais. De acordo com a polícia, a aeronave vai auxiliar nos trabalhos após a tragédia em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

O Governo de Minas informou que o helicóptero Dauphin N2, doado ao Comando de Aviação do Estado (Comave), possibilita voos mais longos, navegação por instrumentos e com maior capacidade de transporte.

Até a chegada do helicóptero Dauphin N2 com capacidade para transporte de até oito pessoas, o Comave tinha duas aeronaves – Esquilos B2 e B3 – que comportam até seis pessoas. O Dauphin N2 é o mesmo modelo utilizado pelo Exército Brasileiro – o Pantera, e poderá ampliar a capacidade de transporte de órgãos para transplantes, por exemplo, em todo território mineiro e nacional.

“A Defesa Civil de Minas Gerais diante do atual momento de monitoramento de todas as barragens de rejeitos de minério de ferro, após o grande sinistro de Brumadinho, passará a contar com uma aeronave mais veloz com maior capacidade de carga (para remoção de moradores em locais de difícil acesso, transporte de mantimentos, água e medicamentos)”, afirma o subcomandante do Comando de Aviação do Estado (Comave), tenente-coronel Carlos Gonçalves Jr.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


Publicidade