Publicidade

Estado de Minas

Acidente com motorista alcoolizado deixa três feridos na BR-146

O resultado do teste do bafômetro indicou teor três vezes maior do considerado crime de trânsito, que é 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido


postado em 21/04/2019 09:16 / atualizado em 21/04/2019 09:51

Com o impacto, o Corolla foi parar fora da rodovia(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
Com o impacto, o Corolla foi parar fora da rodovia (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)

O motorista de um carro que provocou um acidente na noite desse sábado na BR-146, em Muzambinho, foi preso pela polícia. O veículo conduzido pelo homem, de 64 anos, invadiu a contramão e bateu de frente com outro veículo. Ele e outras duas pessoas ficaram feridos. O resultado do teste do bafômetro indicou teor três vezes maior do considerado crime de trânsito, que é 0,33 miligramas de álcool por litro de ar expelido.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 18h30. Testemunhas afirmaram que o Corolla seguia pela rodovia quando, no km 450,5, o veículo invadiu a contramão. Em seguida, atingiu de frente uma Hilux, que vinha na direção contrária.

A condutora da caminhonete, identificada pelas iniciais M.C.C.M, de 52 anos, e um passageiro, J.V.M, de 72, sofreram ferimentos leves. Eles foram socorridos por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhados para a Santa Casa de Muzambinho.

A frente da caminhonete ficou completamente destruída(foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)
A frente da caminhonete ficou completamente destruída (foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) / Divulgação)


O condutor do Corolla, A.O, de 64, também sofreu ferimentos leves. Ele passou pelo teste do etilômetro que acusou 0.98 miligramas de álcool por litro de ar expelido, o que é considerado crime de trânsito. Depois de receber atendimento médico, ele foi detido e encaminhado para a delegacia de Polícia Civil em Guaxupé. Segundo a PRF, o delegado ratificou a prisão em flagrante do motorista e arbitrou fiança de R$ 5 mil.

Ao cometer o crime de trânsito, o motorista teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida e terá que pagar multa no valor de R$ 2.934,7. Além disso, terá que responder criminalmente na Justiça.

Devido ao acidente, a rodovia ficou parcialmente fechada por aproximadamente três horas e meia. Ela foi liberada por volta das 22h.


Publicidade