Publicidade

Estado de Minas

Unidade de hidratação contra a dengue será aberta em BH

Espaço terá 25 leitos e vai funcionar na UPA Centro-Sul, para receber pacientes com necessidade de hidratação venosa enquanto aguardam para fazer novo exame de sangue


postado em 20/04/2019 11:21 / atualizado em 20/04/2019 12:36

Unidade de Reposição Volêmica começa a funcionar a partir das 19h de segunda-feira na UPA Centro-Sul(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)
Unidade de Reposição Volêmica começa a funcionar a partir das 19h de segunda-feira na UPA Centro-Sul (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)
Será inaugurada nesta segunda-feira, às 19h, uma Unidade de Reposição Volêmica da Prefeitura de Belo Horizonte para atender pacientes com dengue encaminhados pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de BH. O espaço será implantado na UPA Centro-Sul, terá 25 leitos e será exclusivo para os casos em que for necessário a hidratação venosa.

De acordo com o gerente de Atenção Primária à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de BH, Fabiano Guimarães, o objetivo é receber aqueles pacientes que precisam de hidratação mais intensa enquanto ficam em observação para repetir o exame de sangue e avaliar o andamento do tratamento. "A unidade vai funcionar 24 horas e é importante mencionar que os casos serão sempre encaminhados pelas UPAs, não é um local que vai receber diretamente os pacientes", afirma Fabiano. Ele também destaca que o objetivo é aliviar as vagas nas UPAs, aumentando a chance de rotatividade para entrada de novos pacientes. 

Nesse contexto, o gerente lembra a população de que todos os 152 centros de saúde da capital mineira podem ser procurados durante a semana por quem apresentar sintomas suspeitos de dengue. A grande maioria de quem busca uma UPA com esse quadro é classificado com a cor verde, que indica menor risco, e por isso tem todas as condições de ser atendido em um centro de saúde.

Neste sábado, a Prefeitura de BH abriu alguns postos de saúde pelo segundo fim de semana seguido. A iniciativa vale apenas para o sábado e hoje quatro centros abriram as portas, nas regiões Nordeste, Venda Nova, Barreiro e Pampulha (veja endereços abaixo). Essas unidades fecham às 17h. "Também é importante dizer que se algum caso grave chegar aos centros de saúde, o paciente será encaminhado pela prefeitura para uma UPA. As pessoas podem procurar tranquilamente os centros de saúde da cidade para as suspeitas de dengue", acrescenta Fabiano.

Uma das unidades que abriu hoje é o Centro de Saúde São Paulo, que fica na Rua Angola, no Bairro São Paulo (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)
Uma das unidades que abriu hoje é o Centro de Saúde São Paulo, que fica na Rua Angola, no Bairro São Paulo (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A PRESS)


A decisão da PBH de abrir algumas unidades aos sábados vem após o registro de um aumento de 40% na demanda das UPAs, que funcionam 24 horas por dia, em razão da epidemia de dengue vivenciada na capital mineira. No dia 13 de abril três unidades abriram e hoje esse número aumentou para quatro.

BH tem 4.185 casos confirmados de dengue, conforme balanço de 17 de abril. A incidência da doença em BH é de 634,28 casos para cada 100 mil habitantes, o que coloca a capital mineira entre as 220 cidades mineiras com incidência alta ou muito alta de dengue no estado.

Endereços dos centros de saúde que abrem hoje na capital mineira:

Nordeste: Centro de Saúde São Paulo, localizado na Rua Angola, 357, no Bairro São Paulo. De 8h às 17h
Venda Nova: Centro de Saúde Andradas, na Rua Mariana Amélia de Azevedo, 21, no Bairro São João Batista. De 8h às 17h
Pampulha: Centro de Saúde Santa Terezinha, na Rua Senador Virgílio Távola, 157, no bairro de mesmo nome. De 8h às 17h.
Barreiro: Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa, na Avenida Nilo Cerqueira, 15, Bairro Tirol. De 8h às 17h


Publicidade