Publicidade

Estado de Minas

Com premiação de R$ 15 mil, PBH abre inscrição para o 3º Prêmio Mestres da Cultura Popular

Iniciativa visa valorizar sábios que transmitem celebrações e formas de expressões do patrimônio cultural imaterial da capital mineira. Somente pessoas maiores de 50 anos e que atuem há pelo menos uma década na cidade podem participar


postado em 11/03/2019 20:52 / atualizado em 11/03/2019 21:00

Culinária tradicional, jogos e brincadeiras e contação de histórias são alguns dos exemplos de mestria considerados pela PBH(foto: Divulgação/PBH)
Culinária tradicional, jogos e brincadeiras e contação de histórias são alguns dos exemplos de mestria considerados pela PBH (foto: Divulgação/PBH)

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) abriu as inscrições para aqueles que queiram concorrer ao 3º Prêmio Mestres da Cultura Popular da capital mineira. A iniciativa visa valorizar e divulgar os mestres da cidade, muitas vezes responsáveis em transmitir saberes, celebrações e formas de expressões do patrimônio cultural imaterial de BH.

De acordo com a administração municipal, só podem se candidatar ao prêmio pessoas com 50 anos ou mais, que atuam em Belo Horizonte há pelo menos 10 anos. Além disso, o candidato devem ser  reconhecidos por suas comunidades como detentores de conhecimento indispensável. 

Ao todo, serão premiadas até três pessoas. Cada vencedor receberá R$ 15 mil, além de uma placa referente ao título de Mestre da Cultura Popular de Belo Horizonte. 

São exemplos de áreas de atuação dos Mestres e Mestras: artes da cura; medicina popular; manejo, plantio e coleta de recursos naturais; culinária tradicional; jogos e brincadeiras; contação de histórias e outras narrativas orais; poesia e literatura popular; músicas, cantos e danças; rituais; festejos e celebrações; artes e artesanato; ofícios, saberes; técnicas ou “modos de fazer”. 


Inscrições


Os interessados devem se inscrever até 30 de abril, de segunda a sexta-feira, das 10h às 12h e das 14h às 17h, nos 17 centros culturais da Fundação Municipal de Cultura (FMC) ou no Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado. 

Os empenhados também podem se cadastrar na sede da Diretoria de Patrimônio Cultural, Arquivo Público e Conjunto Moderno da Pampulha, na Rua Professor Estevão Pinto, 601, no Bairro Serra, Região Centro-Sul de BH. As inscrições são gratuitas.

edital completo pode ser consultado aqui. Os endereços dos locais de inscrição estão disponíveis no site do programa BH Faz Cultura.

*Estagiário sob supervisão da redação do em.com.br


Publicidade