Publicidade

Estado de Minas

Após o carnaval, prefeitura de BH oferece medicamento para prevenção do HIV

Unidades de saúde da capital terão atendimento reforçado até domingo para oferecer a Profilaxia Pós-Exposição Sexual


postado em 07/03/2019 11:36 / atualizado em 07/03/2019 11:44

(foto: Leandro Couri/EM/DA Press - 04/03/2019)
(foto: Leandro Couri/EM/DA Press - 04/03/2019)


Pessoas que tiveram relações sexuais sem usar preservativo ou apresentaram outro comportamento de risco para infecção pelo HIV, vírus que causa a Aids, podem procurar unidades de saúde de Belo Horizonte para receber o tratamento preventivo.

A Profilaxia Pós-Exposição Sexual (PEP) é um coquetel de medicamentos indicado para pessoas que tiveram contato sexual com portadores considerados de risco para a doença.

“Para ser atendido e receber o medicamento, o paciente deve passar por consulta médica em um dos serviços citados acima e, de acordo com a situação, será encaminhado imediatamente para receber a primeira dose do medicamento, além da quantidade necessária para prosseguir o tratamento durante os outros 27 dias”, explica a Secretaria Municipal de Saúde. 

Até domingo, 10 de março, o trabalho de Profilaxia Pós-Exposição Sexual será intensificado nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), no Centro de Treinamento e Referência em Doenças Infecto-Parasitárias Orestes Diniz (Alameda Vereador Álvaro Celso, 241, Santa Efigênia), no Centro de Testagem e Aconselhamento/Serviço de Assistência Especializada Sagrada Família (Rua Joaquim Felício, 141, Sagrada Família) e na Unidade de Referência Secundária Centro-Sul (Rua Paraíba, 890, Funcionários). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade