Publicidade

Estado de Minas

Arquidiocese de Belo Horizonte lança amanhã Campanha da Fraternidade 2019

Projeto da Igreja Católica tem como objetivo estimular a participação cidadã na elaboração de políticas públicas. Missa de lançamento será celebrada amanhã no Bairro Lagoinha


postado em 05/03/2019 06:00 / atualizado em 05/03/2019 08:00

Ação dos alunos do Colégio Santo Agostinho na campanha de 2018: Igreja quer fortalecer o bem comum (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press %u2013 24/3/18)
Ação dos alunos do Colégio Santo Agostinho na campanha de 2018: Igreja quer fortalecer o bem comum (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press %u2013 24/3/18)

 

Passada a folia, é hora de rezar, refletir e se preparar para novo tempo. Começa amanhã, em todo o país, a Campanha da Fraternidade 2019. O tema deste ano, Fraternidade e Políticas Públicas, tem o objetivo de estimular a participação cidadã na elaboração de políticas públicas, buscando o bem comum e a promoção da fraternidade. O lema, – “Serás libertado pelo direito e pela justiça”–, é o capítulo 1, versículo 27 do livro de Isaías.

Em Belo Horizonte, a campanha será marcada por missa celebrada pelo arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo com a participação de pessoas que vivem nas ruas, crianças, idosos e enfermos, todos amparados por trabalhos solidários desenvolvidos pela Arquidiocese da capital. A celebração será às 9h, no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição dos Pobres, no Bairro Lagoinha, na Região Noroeste de BH.

A quarta-feira de cinzas marca o início da Quaresma, tempo de preparação para a semana santa. Durante as missas deste dia, cinzas são colocadas sobre a cabeça dos fiéis ou na testa, cultivando a humildade, a partir do entendimento de que cada pessoa é pó,  uma vida frágil. Com o tema de 2019, a Igreja Católica busca chamar a atenção dos cristãos para ações e programas desenvolvidos pelo estado para garantir e pôr em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis.

 

 

Amanhã, às 15h, dom Walmor preside missa com imposição de cinzas no Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade. Lá, as celebrações vão ocorrer às 9h, 11h e 15h na Ermida da Padroeira. Na Tenda Cristo Rei, haverá também celebração com imposição de cinzas às 15h30.


De acordo com a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Igreja pretende “estimular a participação dos cristãos em políticas públicas, à luz da palavra de Deus e da doutrina social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade”. O texto-base da campanha descreve, entre outros tópicos, o ciclo e etapas de uma política pública e faz a distinção entre as políticas de governo e as políticas de estado, bem como apresenta os canais de participação social, como os conselhos previstos na Constituição Federal de 1988.

A CNBB ressalta que todos os anos apresenta a Campanha da Fraternidade como um caminho de conversão quaresmal. “É uma atividade ampla de evangelização, que pretende ajudar os cristãos e pessoas de boa vontade a vivenciarem a fraternidade em compromissos concretos, provocando, ao mesmo tempo, a renovação da vida da Igreja e a transformação da sociedade, a partir de temas específicos”, afirma. “Em 2019, a Conferência convida todos a percorrer o caminho da participação na formulação, avaliação e controle social das políticas públicas em todos os níveis como forma de melhorar a qualidade dos serviços prestados ao povo brasileiro”, conclui. A programação da quarta-feira de cinzas nas paróquias de BH pode ser consultada no site da Arquidiocese arquidiocesebh.org.br. (JO)

SERVIÇO

Lançamento

9h

Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição dos Pobres (Rua Além Paraíba, 152, Bairro Lagoinha)

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade