Publicidade

Estado de Minas

Mais uma vítima de Brumadinho tem alta do Hospital João XXIII

Desde sexta-feira, duas pessoas deixaram o hospital. Outras sete permanecem internadas na instituição em Belo Horizonte


postado em 28/01/2019 12:18 / atualizado em 28/01/2019 12:35

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 25/01/2019)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press - 25/01/2019)


Nesta segunda-feira, mais uma vítima do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Grande BH, teve alta do Hospital João XXIII, na capital. A informação foi confirmada pela Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig). 

O paciente que saiu do hospital hoje é um homem de 33 anos. No sábado, uma mulher de 65 deixou a instituição. Os nomes dos pacientes não foram divulgados pela Fundação. Sete pessoas continuam internadas. 

A auxiliar administrativa Isabela Pereira Gomes aguardava durante a manhã para visitar a tia Alessandra de Souza, funcionária sobrevivente da Pousada Nova Estância. Segundo Isabella, a tia receberia alta ontem mas passou por novos exames e a alta foi suspensa e ainda sem previsão.  

Ver galeria . 26 Fotos  Tragédia de Brumadinho - Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão (Córrego Feijão)Gladyston Rodrigues/EM/D.A press
Tragédia de Brumadinho - Rompimento de rejeitos da Barragem 1 da Mina Feijão (Córrego Feijão) (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A press )


Uma sobrinha de Alessandra, Talita, que morava com ela em uma casa nas proximidades da sede da pousada encontra-se internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HPS. De acordo com a auxiliar administrativa, ela está consciente mas sente muitas dores e aguarda exames complementares. A psicóloga do HPS Luciene Lopes pediu à imprensa para evitar abordagem a parentes de desaparecidos que buscam informações na unidade hospitalar. "Devido à fragilidade emocional".

O Corpo de Bombeiros divulgou um novo balanço na manhã desta segunda-feira informando que já é de 60 o número de mortos na tragédia em Brumadinho. O número de desaparecidos caiu 291. Até o momento, 192 pessoas foram resgatadas. Dezenove mortos foram identificados no IML de BH.  Funcionários da empresa, terceirizados, moradores e turistas estão entre as vítimas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade