Publicidade

Estado de Minas 12ª PRIMAVERA DOS MUSEUS

Memorial Minas Gerais Vale oferece interatividade em ambiente futurista

Entre os destaques estão exibição de vídeos, sessões dialogadas e exposições de publicações elaboradas pela equipe de educadores do memorial


postado em 21/09/2018 06:00 / atualizado em 21/09/2018 08:47

Telas exibem vídeos com reflexões de ações educativas, entrevistas com artistas e educadores(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS)
Telas exibem vídeos com reflexões de ações educativas, entrevistas com artistas e educadores (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A PRESS)
Educação e tecnologia aliadas à interatividade convidam o público a refletir sobre as ações importantes promovidas por um museu. Isso, principalmente, depois da tragédia que devastou o Museu Nacional do Rio de Janeiro no início deste mês. Assim, o Memorial Minas Gerais Vale – no Circuito Liberdade, recebe o público para a 12ª Primavera de Museus com ações variadas e gratuitas em torno do tema “Celebrando a educação em museus”. Entre os destaques estão exibição de vídeos, sessões dialogadas e exposições de publicações elaboradas pela equipe de educadores do memorial. Quem passar por lá, ainda pode tomar um bom café o saborear um almoço enquanto observa mais de 1.996 fotos das coberturas oficiais das 13 edições do Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte (FIT-BH), realizadas desde 1994.

Mabel Faleiro, coordenadora do Setor Educativo do museu, conta que “é muito importante este momento, em que todos os museus do Brasil estão se mobilizado em uma ação coletiva para entender e mostrar que esse espaço é de cultura e arte, assim como de educação e formação”. O público é convidado a entrar em uma exposição, com um ambiente futurista, com várias telas com exibição de vídeos e fotografias que retratam visitas, reflexões de ações educativas: oficinas de férias, encontros de formação, entrevistas com artistas e educadores. “Inclusive, a pessoa pode vir e acabar por encontrar com uma foto sua em algum dos encontros promovidos pelo museu”, pontuou ele.

Hoje, ainda sobre a importância da educação, o Memorial Vale receberá público das 9h às 12h para a roda de conversa “Relações museu e escola”, dentro da Jornada Mineira de Educação em Museus. Segundo a coordenadora, o objetivo é dar voz a dois importantes grupos de protagonistas presentes na relação entre museu e escola: professores e mediadores. “A partir da troca de experiências, a proposta é estimular a reflexão sobre as ações educativas, promovendo um importante e necessário diálogo para a construção de novos e possíveis caminhos dentro da educação”, pontuou Mabel.

Aos sábados e domingos ainda ocorrerão Sessões Dialogadas, propostas pela equipe de educadores do próprio museu, que promovem encontros do público para abordar temas alusivos às temáticas das salas de exposição. Aos sábados, há sessões às 13h, 14h e 15h. Aos domingos, os encontros são sempre às 11h, 12h, 13h, 14h e 14h30. E durante os demais dias da semana, horários podem ser confirmados na recepção. Durante todo o mês de setembro, ficam em exposição diversas publicações produzidas pela equipe de educadores do Memorial Vale: Africanidades, Ori, Plano Educativo, Percursos da Memória – Pesquisas, e a revista O Memorial em quadrinhos. O público pode consultar os materiais na Sala de Leitura, logo no primeiro piso.

HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA
Além de imagens que marcaram o maior festival das artes cênicas de Minas Gerais, a exposição 13 vezes FIT relembra momentos importantes da história da fotografia, como a transição do filme para o mundo digital e da fotografia colorida, que começava a ocupar aos poucos as páginas dos jornais. “As mesas foram postas em frente ao painel. É possível ver 1.996 imagens em meia hora. É muito interessante porque todo mundo tem alguma relação com o FIT. Então, é legal quando podemos relembrar algum desses momentos marcantes”, contou Cris Girl, que cuida da programação do espaço. O público confere imagens capturadas pelos fotógrafos Daniel Protzner, Eugênio Sávio, Fredy Antoniazzi, Glenio Campregher, Marco Aurélio Prates, Nereu Jr. e Samuel Mendes, além dos curadores Guto Muniz e Kika Antunes. A retrospectiva fotográfica fica em cartaz até 4 de outubro com entrada gratuita.

SERVIÇO

12ª Primavera de Museus no Memorial Minas Gerais Vale

Todo o mês de setembro: Sessões Dialogadas, Exposição de publicações e vídeos do Educativo do Memorial.

Endereço: Praça da Liberdade, 640 (esq. com Gonçalves Dias)

Horário de funcionamento: terças, quartas, sextas e sábados, das 10h às 17h30, com permanência até as 18h. Quintas, das 10h às 21h30, com permanência até as 22h. Domingos, das 10h às 15h30, com permanência até as 16h.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade