Publicidade

Estado de Minas

Desfile nesta terça celebra aniversários do EM, Caderno Feminino e Jornada Solidária

Vinte estilistas de BH interpretam a evolução da sociedade em criações para celebrar os 90 anos do EM, 50 do Caderno Feminino e 55 da Jornada Solidária. Evento é beneficente


postado em 11/09/2018 06:00 / atualizado em 11/09/2018 07:46

No Bairro São Geraldo, a Creche Comunitária Padre Francisco, uma das assistidas pela Jornada Solidária, passa por reforma por meio do programa e receberá parte da receita da festa programada para hoje (foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
No Bairro São Geraldo, a Creche Comunitária Padre Francisco, uma das assistidas pela Jornada Solidária, passa por reforma por meio do programa e receberá parte da receita da festa programada para hoje (foto: Túlio Santos/EM/DA Press)


Uma festa regada a solidariedade e repleta de significados está sendo preparada pela Jornada Solidária do Estado de Minas para receber os convidados que comparecerem hoje à noite, a partir das 19h30, no Ponteio Lar Shopping, para participar de mais um projeto beneficente em torno de suas obras sociais. Desta vez, trata-se de um desfile que contará, na passarela e por meio de looks interpretados por 20 estilistas, a história da moda ao longo de 90 anos, tempo de vida que o grande jornal dos mineiros comemora.

Mas a comemoração da noite é tripla: além do nonagésimo aniversário do EM, o evento está celebrando os 50 anos do Caderno Feminino, comandado pela jornalista Anna Marina, e os 55 da própria Jornada Solidária. Se o jornal vem contando a história do povo de Minas e do Brasil por quase um século, o Caderno Feminino é testemunha de todos os movimentos que contribuíram para a independência feminina, divulgando e estimulando a emancipação das mulheres no mercado de trabalho e suas conquistas nesse campo.

Lado a lado, acompanhou e apoiou os primeiros passos da moda, da decoração, da arquitetura e do design, publicando trabalhos de estilistas, decoradores, arquitetos e marcas iniciantes, investindo em novos talentos, feiras e exposições, personagens e fatos de destaque não só em Minas, mas em todo o país. “Se já éramos muito importantes em termos de conteúdo, hoje somos o único caderno no Brasil que trata desses temas semanalmente, levando em conta que outras iniciativas semelhantes não conseguiram ir à frente”, informa Anna Marina, uma das primeiras mulheres a frequentar a redação de um jornal em Belo Horizonte e a atestar as mudanças de comportamento que ocorreram no mundo feminino e em suas atividades profissionais. 

JORNADA
Toda a renda arrecadada com o desfile será destinada à Jornada Solidária, programa de responsabilidade social da empresa, que nos últimos 15 anos, sob a presidência de Nazareth Teixeira da Costa, mudou completamente a sua forma de atuar. O foco continua sendo as creches carentes, mas, se no passado o dinheiro conseguido ao longo do ano era distribuído para elas em uma festa natalina, hoje o apoio e os cuidados são muito mais efetivos e certeiros. “Consideramos que o Natal é uma época em que as pessoas se sensibilizam com as necessidades dos outros e sempre contribuem, mas essas necessidades continuam existindo durante o ano. Então, resolvemos que a nossa ajuda seria mensal e constante, de acordo com a demanda dos nossos assistidos”, explica. Isto implicou conhecer de perto a realidade de cada creche e agir de acordo com ela, exigiu a contratação de assistentes sociais para acompanhar o trabalho e visitas constantes.

“O objetivo é ajudar, dar assistência e vigiar o que está feito. Detectamos o que a instituição está precisando e prioriza-se, seja a reforma de uma cozinha ou de banheiros. Às vezes, é o caso de implantar uma biblioteca ou brinquedoteca. As verbas são repassadas de acordo com esses projetos e há uma prestação de contas no final”, ressalta. Durante essa década e meia, foram realizadas reformas estruturais em mais de 50 instituições e o programa, bem-sucedido, foi levado para Brasília. Nazareth faz questão de enfatizar a importância das patronesses nas ações solidárias da Jornada, já que são as responsáveis por arrecadar grande parte do dinheiro usado nos programas. “Elas são agentes de transformação. De quando em quando as convidamos para nos acompanhar nas visitas às creches, para conferir o que está sendo realizado com o apoio delas”, diz Nazareth. 

(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)
(foto: Túlio Santos/EM/DA Press)


DESFILE
A moda é reflexo do comportamento da sociedade e de seus movimentos a partir da política e da economia. Os 90 anos do EM serão refletidos a partir dessa visão, por meio de looks criados por 20 estilistas/marcas de Belo Horizonte, a partir de suas interpretações pessoais e DNA das grifes que comandam. O encarregado de costurar a ideia e traduzi-la na passarela é o experiente Zeca Perdigão, que assinará a produção e styling do evento. O salão Tif’s será responsável pela beleza dos modelos, cujo casting está sendo cedido pela Agência Doze/Júlio Martins. E o DJ Carlo Dee prepara uma trilha sonora especial, entremeada por músicas relacionadas com as décadas destacadas.

Os escolhidos para interpretar e exibir esse amplo painel histórico, social e comportamental foram: Ronaldo Fraga e Liana Fernandes/Liana Atelier (década de 1920); Marília Pitta e Regina Matina/DTA (1930); Soninha Lessa e Cláudia Fagundes/Condotti (1940); Patrícia Motta e Liliane Rebehy Queiroz/Coven (1950); Helen Carvalho e as filhas Georgiana e Stefânia Mascarenhas/Bárbara Bela e Márcia Queiroz/Printing (1960); Lilian e Soraia Abras/Bella Pelle e Terezinha Santos (1970); Victor Dzenk e Fátima Scofield (1980); Valéria Lemos/Essenciale e Renato Loureiro (1990).

A década de 2000 vai ser representada por Carolina e Marcela Malloy/Arte Sacra e por Gina Guerra e Patrícia Schettino/Gig, e a atual, sinônimo de diversidade de estilos, será interpretada por Fernanda e Edna Thibau/Alphorria e Iorane Rabelo/Iorane. A TR Unique, de Tetê e Patrícia Rezende, também vai ceder alguns looks masculinos para composição do desfile. Esse conjunto de looks ficará exposto no mall do Ponteio até o final de setembro.

Além deles, os estilistas apresentarão ainda, cada um deles, durante o desfile, uma peça referente às suas coleções verão/2019. Todas elas serão leiloadas entre os convidados, com o objetivo de arrecadar fundos para o programa assistencial da empresa. A ideia é que integrem uma exposição no Museu da Moda de Belo Horizonte – Mumo.

Os convidados ajudarão a arrecadar dinheiro para a reforma da Creche Comunitária Padre Francisco Carvalho Moreira, que fica no Bairro São Geraldo. As obras preveem a mudança de lugar da cozinha, despensa e refeitório, que passarão dos fundos para a entrada, com o objetivo de evitar o trânsito de estranhos na instituição, garantindo a segurança das crianças. Além disso, será preciso construir um segundo andar para instalar o parquinho. A construtora MRV ofereceu o estudo do solo e o cálculo estrutural e a empresa de concretagem Topmix venderá o concreto abaixo do preço de custo. Parte da reforma será custeada pelo montante que um grupo de mulheres arrecadou em torneios de tênis, mas a soma ainda não é suficiente para arcar com todos os custos da obra, que ultrapassam R$ 300 mil.

 

CONVITES Um evento deste porte e de caráter beneficente requer a contribuição de muitos parceiros e voluntários, a começar pelas patronesses, encarregadas de vender os convites. Eles ainda podem ser adquiridos hoje nas lojas Alphorria, Átmo, Bárbara Bela, Iorane Belvedere e Vila da Serra, Coven, Printing, Marilia Pitta, Patrícia Motta, Grande Hotel Ronaldo Fraga, Condotti, Essenciale. Se a opção for on-line, o endereço é a Central de Eventos. O coquetel que será servido aos convidados antes do desfile será assinado pelo Buffet Cantídio Lana. A Equipage, Luiza Barcelos, Elisa Atheniense, Why Video, Equipe 1, Luxo Natural, Mais Móveis, Fofíssimo, Rede Mater Dei de Saúde, Phillip Martins, Salamandra Comunicação/Heloisa Aline, Central Press e Agência Casasanto, encarregada de toda a campanha publicitária, também se juntaram à causa da Jornada Solidária. Assim como a Romero Coquetéis Exclusivos, a Company Events e a ZCM Conservadora. Depois do leilão, haverá sorteio de alguns presentes, entre eles kits da DTA, bolsa da Equipage e uma joia da Talento. Os patrocinadores do evento são Ponteio Lar Shopping e o Instituto MRV.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade