Publicidade

Estado de Minas

Hospital Sofia Feldman pode receber aumento de recursos do governo federal

Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse que vai se reunir com a Prefeitura de BH para ver alternativas para a unidade de saúde que enfrenta sérias dificuldades financeiras


postado em 18/08/2018 19:55 / atualizado em 18/08/2018 20:23

Sofia Feldman passa por dificuldades financeiras que afetam funcionamento da maternidade(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS - 19/06/2018)
Sofia Feldman passa por dificuldades financeiras que afetam funcionamento da maternidade (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS - 19/06/2018)
Mais recursos devem chegar ao Hospital Sofia Feldman, unidade de saúde no Bairro Tupi, Norte de Belo Horizonte, para tirar a maternidade que é referência em Minas Gerais da penúria. É o que prevê o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, que hoje esteve na capital mineira para promover a vacinação contra o sarampo e a poliomielite.

“Nós estamos discutindo com a Prefeitura de Belo Horizonte e nós vamos fazer uma reunião na próxima semana para estudarmos juntamente como nós podemos ter atendimento pleno nesse hospital. A questão que nós estamos discutindo sobre esse hospital é uma questão de aporte também maior do governo federal para o funcionamento. Nós estamos dispostos a aumentar o repasse de recursos federal para o funcionamento desse hospital”, afirma o ministro.

Na última quinta-feira, o presidente Michel Temer assinou uma medida provisória que abre linha de crédito via Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para financiar as Santas Casas e hospitais filantrópicos, unidades de saúde que complementam o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS). Para que tenha validade, a MP precisa ser validada pelo Congresso em até 120 dias.

O governo informou que a medida prevê financiamento com juros na ordem de 8,66% ao ano, enquanto os empréstimos atuais giram na ordem de 17% a 18% de juros. Essa é uma medida que promete um respiro para essas unidades de saúde, mas ainda depende de reunião do Conselho Curador do FGTS, para que a linha de crédito seja efetivada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade