Publicidade

Estado de Minas

Corpo é encontrado sem cabeça e órgãos genitais em Ribeirão das Neves

Caso ocorreu no Bairro Botafogo 1ª Seção e a vítima ainda não foi identificada. Este é o segundo corpo decapitado encontrado na Grande BH nesta semana


postado em 20/07/2018 10:23 / atualizado em 20/07/2018 12:27

Local onde o corpo foi encontrado fica perto de campo de futebol(foto: Reprodução da internet/Google Maps)
Local onde o corpo foi encontrado fica perto de campo de futebol (foto: Reprodução da internet/Google Maps)

Mais um caso de homicídio em que a vítima foi decapitada mobiliza as polícias Militar e Civil nesta semana na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Desta vez, um corpo foi encontrado no Bairro Botafogo 1ª Seção, em Ribeirão das Neves. 

A PM foi chamada às 7h47. A vítima foi encontrada em um lote vago na Rua Andaraí. Conforme militares do 40º Batalhão, além da cabeça, os órgãos genitais do homem foram arrancados. A vítima ainda não foi identificada. Por volta das 10h15, a perícia ainda trabalhava no local, que fica próximo a um campo de futebol. 
 
A Polícia Civil informou que houve perícia e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). Inicialmente, a vítima não foi identificada. Policiais da Delegacia de Homicídios de Ribeirão das Neves fazem buscas para tentar localizar pistas do responsável pela morte.  

Na última terça-feira, um homem foi encontrado morto no Bairro Jardim das Alterosas 2ª Seção, em Betim, na Grande BH. A vítima foi identificada como Wanderson de Souza Ribeiro, de 34 anos. Por volta das 6h30, os moradores, assustados, acionaram a PM. O cadáver estava próximo ao cruzamento das ruas Espada de São Jorge e Flor de Papagaio, com as calças abaixadas até o pé. 

Um rastro de sangue na calçada levou até uma casa, da Rua Espada de São Jorge, número 623. Os militares informaram que o imóvel estava vazio e com vestígios de sangue no portão. Os militares também encontraram vestígios de sangue em uma lixeira localizada próxima a uma residência. Nela, estava uma sacola de supermercado com uma cabeça humana dentro, encontrada pela perícia da Polícia Civil. 

Os peritos também vistoriaram a casa e encontraram grande quantidade de sangue em alguns cômodos, principalmente na cozinha. Segundo a PM, foram apreendidas três facas no local e uma calça jeans com manchas de sangue. Na garagem, foi localizado um carro com marcas de sangue na maçaneta, capô amassado e vestígios de galhos de árvores. O veículo foi removido. 

Horas depois do crime, um homem de 43 anos chegou a ser detido por guardas municipais na rodoviária de Betim. Ele levantou suspeitas por causa das roupas sujas de sangue. Porém, segundo a Polícia Civil, o homem foi encaminhado para a delegacia onde foi ouvido. Em seguida, foi liberado, pois não tinha elementos que o ligassem ao crime. Na quarta-feira, a corporação informou que identificou um suspeito do crime, mas o nome dele não foi divulgado. (Com informações de João Henrique do Vale)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade