Publicidade

Estado de Minas

Princípio de incêndio atinge restaurante no Boulevard Shopping no Santa Efigênia; veja vídeo

Gordura acumulada em sistema de exaustão pegou fogo e nuvens de fumaça dentro e fora do centro de compras causaram pânico entre funcionários e clientes. Chamas foram contidas por equipamento de segurança do shopping


postado em 09/05/2018 17:44 / atualizado em 10/05/2018 09:40

Um princípio de incêndio no restaurante Parrilla & Pizzeria no segundo piso do Boulevard Shopping, em BH, no fim da tarde desta quarta-feira, deixou em pânico funcionários e clientes do centro de compras.

O shopping fica na Avenida dos Andradas, no Bairro Santa Efigênia.

Houve um certo tumulto com as pessoas querendo deixar o local rapidamente. O fogo se concentrou apenas no sistema de exaustão do estabelecimento, sem risco de se alastrar para outras áreas do shopping.

O vendedor G.V., de 19 anos, conta que estava próximo da churrascaria quando, por volta de 17h40, percebeu a fumaça e empregados do local pegando extintores para conter o fogo. “As chamas acabaram rapidamente, mas as pessoas começaram a correr para fora do shopping assustadas”, disse o vendedor.


De acordo com informações do tenente Rafael Almeida, a gordura acumulada numa coifa, por falta de limpeza, provocou o incêndio. Mas, de acordo com o oficial, o sistema de sprinklers – dispositivo semelhante a um chuveirinho que lança jatos de água -, conteve as chamas no sistema de exaustão da churrascaria. “O shopping tem um sistema de sprinklers direcional, que permitiu o combate ao incêndio apenas na área afetada. A fumaça e o próprio vapor do contato da água foi que deixaram as pessoas assustadas”, explicou.

Quando os bombeiros chegaram, o princípio de incêndio já havia sido contido. Tiveram início, então, os trabalhos de rescaldo e vistoria. Pessoal da brigada, segurança e limpeza do shopping começou a liberação da área, que ficou alagada pelo uso do sprinklers. Houve infiltração e o primeiro pavimento que também ficou parcialmente tomado pela água foi interditado, com o fechamento da portaria da Rua Pacífico Mascarenhas. 


A brigada de incêndio do centro de compras também agiu para isolar a área do incêndio e desligamento de elevadores e escadas rolantes, além de orientar pessoas que tentavam deixar o local. A administração do shopping informou que seu pessoal não orientou a evacuação do prédio, já que não havia riscos nas demais dependências.

"A brigada contribuiu com o bombeiro militar com o fechamento do sprinkler, para diminuir a vazão da água e possibilitar que a gente pudesse fazer a liberação do local. A ação foi bem eficaz”, afirmou o tenente Rafael Almeida.

(foto: Reprodução/Brenno Magalhães)
(foto: Reprodução/Brenno Magalhães)
De acordo com uma vendedora, que trabalha no piso do restaurante incendiado e que não quis ser identificada, houve muita movimentação no shopping. "Muita gente foi embora. Foi um corre-corre, parecia até terremoto", contou. Segundo ela, algumas lojas foram fechadas.

A vendedora de sapatos G.D., de 20, contou que trabalhava no terceiro piso, quando foi alertada por um colega sobre o princípio de incêndio. “Nem tinha percebido algo de anormal, mas achei melhor fechar o quiosque e ir para a rua. Quando estava descendo, vi a fumaça”.

Na praça de alimentação no terceiro piso um atendente de uma lanchonete disse que não houve anormalidade, mas os clientes preferiram sair do shopping. Na escada rolante, que já estava desligada, devido ao volume de pessoas, houve um certo tumulto. Mas os bombeiros não registraram vítimas de ferimentos ou pessoas que tenham inalado fumaça.

O Shopping Boulevard encaminhou nota dizendo que a fumaça foi ocasionada por um problema na exaustão de um restaurante. "A situação foi rapidamente contornada sem que houvesse qualquer dano. O shopping está funcionando normalmente", explicou a assessoria de imprensa do centro de compras.

Além do isolamento da área do restaurante, uma feira de livros no local, uma lanchonete e uma soverteria tiveram que fechar as portas. A administração do centro de compras não deu informações se há algum tipo de responsabilização do dono restaurante pelo ocorrido. Apenas informou que se trata de procedimento interno. Durante a ocorrência, o shopping não ficou fechado, embora pessoas que estavam com carros estacionados tenham dito que tiveram dificuldades para sair do local. Depois de 40 minutos do ocorrido, embora ainda houvesse vestígios de fumaça, clientes voltaram a circular no centro de compras, em menor número, com as lojas voltando atender normalmente.

*Estagiário sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade