Publicidade

Estado de Minas

Buscas são feitas por bando que atacou banco e atirou em quartel da PM em Minas

Cápsulas de calibre 12 e 380 foram apreendidas. Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas pelo serviço de inteligência da PM para tentar informações do bando


postado em 07/05/2018 16:36 / atualizado em 07/05/2018 16:45

Agência bancária sofreu danos devido a explosão(foto: Polícia Militar/ Divulgação)
Agência bancária sofreu danos devido a explosão (foto: Polícia Militar/ Divulgação)

O serviço de inteligência da Polícia Militar (PM) busca informações que possam levar até uma quadrilha que promoveu o terror em Leme do Prado, na Região do Jequitinhonha. O grupo, especializado em ataques a bancos, explodiu caixas eletrônicos de uma agência no Centro da cidade. Para intimidar moradores e evitar a ação dos policiais militares, o bando atirou contra casas e o quartel da PM. As portas do imóvel ficaram com dezenas de marcas de tiros. Cápsulas de calibre 12 e 380 foram apreendidas. Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas.

O cerco à quadrilha está sendo feito na zona rural do município. Militares do serviço de inteligência fazem os levantamentos para encontrar pistas. Enquanto isso, policiais fazem o rastreamento na tentativa de encontrar os criminosos. Cidades vizinhas foram acionadas para fazer o cerco e tentar evitar a fuga.

A ação dos criminosos aconteceu na madrugada desta segunda-feira. Aproximadamente cinco homens chegaram na cidade por volta das 1h50 em um carro escuro. Levantamentos inciais indicam que o veículo seria um HB20. A quadrilha foi até a agência do Banco Bradesco, localizado na Rua Sagrado Coração de Jesus. Lá, explodiram caixas eletrônicos. As portas do imóvel, que são de vidro, ficaram estilhaçadas e houve danos e parte do teto. Ainda não há informações se alguma quantia foi levada.

Portão do quartel da PM foi alvo de tiros (foto: Polícia Militar/ Divulgação)
Portão do quartel da PM foi alvo de tiros (foto: Polícia Militar/ Divulgação)
Depois do ataque, o bando mostrou ainda mais ousadia. Eles se dirigiram até o quartel da PM e atiraram várias vezes contra o local. Os criminosos usaram armas longas, calibre 12, e pistolas 380. O portão do destacamento da PM ficou cravejado de tiros. Casas da cidade também foram alvos dos bandidos.

O grupo fugiu em alta velocidade em direção a zona rural. Os militares seguem no cerco para tentar prender os envolvidos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade