Publicidade

Estado de Minas

Bispo aconselha trabalhadores: 'que tenham coragem para enfrentar o desemprego'

A tradicional missa pelo Dia do Trabalhador levou milhares de pessoas para a Praça da Cemig, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte


postado em 01/05/2018 11:47

Missa reuniu milhares de pessoas na Praça da Cemig(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
Missa reuniu milhares de pessoas na Praça da Cemig (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

Milhares de pessoas se reuniram na manhã desta terça-feira na Praça da Cemig, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte, para participar da tradicional missa pelo Dia do Trabalhador. Em sua 42ª edição, a celebração foi presidida pelo bispo auxiliar da arquidiocese de Belo Horizonte, Dom Otacílio Ferreira de Lacerda, que abençoou os presentes e citou a luta contra o desemprego que atingiu 13 milhões de pessoas no país.

“Vamos pedir hoje que São José do Operário interceda a Deus para que todos os trabalhadores e trabalhadoras tenham seus empregos e os direitos sociais garantidos. E sobretudo que todos nós, sejam o povo trabalhador ou aqueles constituídos de poder, nos empenhemos com sabedoria, coragem e ousadia para enfrentar essa dura realidade do desemprego, que já chega a 13 milhões de pessoas. Isso é triste e traz sofrimento para o povo. Precisamos de alternativas, saídas, e diálogo para a recuperação”, disse.

Na celebração, o bispo auxiliar deu forças para as pessoas que perderam os empregos e pediu para que elas não percam as esperanças. “Os que estão desempregados ou sobrevivendo por um milagre até, que nunca se enverede com o caminho da violência, ou da indiferença ou da omissão. Creio que a participação, discussão, envolvimento com a comunidade, que devem manter a fé viva e firme, não perder a esperança e a coragem que caminham de mãos dadas”, finalizou.

Trabalhadores foram abençoados durante a celebração(foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)
Trabalhadores foram abençoados durante a celebração (foto: Jair Amaral/EM/D.A.Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade