Publicidade

Estado de Minas

Detentos são baleados após deixarem presídio para trabalhar na Grande BH

Um homem morreu e outros dois ficaram gravemente feridos. Os três tinham autorização para deixar o presídio pela manhã para trabalhar


postado em 27/04/2018 23:01 / atualizado em 27/04/2018 23:50

Três detentos que cumpriam pena em regime semi-aberto foram vítimas de pelo menos 15 disparos ao saírem, na manhã desta sexta-feira, da Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de BH. Um dos jovens morreu no local e os colegas foram socorridos em estado gravíssimo.

Segundo a Polícia Militar (PM), por volta das 6h, o trio saiu do sistema penitenciário para trabalhar quando o veículo em que estavam foi alvo de tiros, ao passar pela Avenida Denise Cristina da Rocha. Pedro Henrique Nicácio, de 22 anos, foi atingido no braço, na perna e no tórax. Ele morreu ainda no local.

Os colegas, identificados como P.H.C e J.B, ambos de 26, também foram acertados pelos tiros e socorridos em estado gravíssimo para a a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Justinópolis e, posteriormente, para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

A perícia compareceu ao local e não soube precisar quantos tiros foram efetuados, já que os vidros se quebraram. Mas, acredita-se que pelo menos 15. 

A corporação ainda informou que a motivação do crime ainda não foi esclarecida, mas, a principal suspeita é de que o trio estava envolvido com o tráfico de drogas. Os disparos teriam sido feitos por uma gangue rival.

Segundo a PM, três celulares e um pendrive foram apreendidos. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios de Ribeirão das Neves.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade