Publicidade

Estado de Minas

Pai é preso por suspeita de estuprar a filha em Betim

A delegada responsável pelo caso, Ariadne Elloise Coelho, contou que os abusos ocorriam de três a quatro vezes por semana


postado em 05/04/2018 21:32 / atualizado em 06/04/2018 14:16

(foto: Polícia Civil/ divulgação)
(foto: Polícia Civil/ divulgação)
Um homem, de 39 anos, foi preso por suspeita de estuprar a própria filha, que hoje tem 18, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) apresentaram R.S à imprensa na manhã desta quinta-feira. Os abusos tiveram início quando a vítima tinha 11 anos e eram praticados na casa da família.

A delegada responsável pelo caso, Ariadne Elloise Coelho, contou que os abusos ocorriam de três a quatro vezes por semana. "O autor esperava a esposa (mãe biológica da vítima) se ausentar para praticar os atos libidinosos, que incluíam sexo oral, vaginal e anal”, afirmou durante a coletiva.

Em depoimento à polícia, a vítima afirmou que os abusos eram seguidos de ameaças. De acordo com a delegada Ariadne, no feriado de Páscoa, o suspeito ameaçou a filha e um rapaz de morte ao vê-los conversando. “Essa situação fez com a vítima, já depressiva, tomasse vários remédios ao mesmo tempo a fim de fugir da realidade em que se encontrava. Após ser levada ao hospital e medicada, ela resolveu contar à madrinha sobre os estupros que sofreu durante todos esses anos. Juntas, elas procuraram a polícia”, explicou.

 

Segundo a delegada, o autor confessou ter praticado os estupros, mas afirma que os atos foram consensuais, sem ameaças. Em depoimento, o pai disse que a filha propôs a prática em troca de dinheiro e roupas – o que é inverídico, de acordo com a corporação.

A delegada acrescentou que a mãe encontra-se em estado de choque e alega desconhecer os abusos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade