Publicidade

Estado de Minas

Volta do feriadão é com trânsito intenso nas estradas mineiras

A situação mais crítica é na BR-381, entre o Espírito Santo e a capital mineira. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), já há registro de filas na estrada devido ao grande número de veículos


postado em 01/04/2018 13:52 / atualizado em 01/04/2018 18:48

Longas filas se formam na BR-381 entre Belo Horizonte e o Espírito Santo(foto: Carlos Altman/EM/D.A.Press)
Longas filas se formam na BR-381 entre Belo Horizonte e o Espírito Santo (foto: Carlos Altman/EM/D.A.Press)

O retorno do feriadão é com trânsito intenso nas principais rodovias que cortam Minas Gerais na tarde deste domingo. A situação mais crítica é na BR-381, entre o Espírito Santo e a capital mineira. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), já há registro de filas na estrada devido ao grande número de veículos. Vale lembrar, que obras são realizadas no trecho para a duplicação da via.

Por volta das 18h30, um acidente entre dois veículos complicou ainda mais o trânsito no trecho. De acordo com a PRF, dois carros de passeio bateram de frente no km 388 da via, próximo a São Gonçalo do Rio Abaixo, Região Central de Minas, no sentido Espirito Santo / Belo Horizonte. A pista foi parcialmente interditada. Ocupantes dos veículos ficaram feridos, porém, o número total  não foi divulgado.

O trânsito começou a ficar mais intenso, no início da tarde deste domingo, segundo a PRF. Na BR-040, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, agentes afirmam que o fluxo de veículos já está maior. Mas, não há registro de congestionamentos.

Por volta das 16h, um engavetamento complicou o trânsito na BR-040, próximo a Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais. Três veículos bateram próximo ao km 461 na pista em direção a capital mineira. Segundo a Via 040, concessionária responsável pela rodovia, o congestionamento chegou a cinco quilômetros. Uma carreta com problemas mecânicos deixou o trânsito lento na BR-040, em Paraopeba, na Região Central de Minas Gerais, por volta das 18h.

O trânsito na BR381, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, ficou parcialmente interditado devido a dois acidentes próximos ao km 490. Segundo a PRF, ao menos uma pessoa ficou ferida nas ocorrências. As causas ainda estão sendo apuradas.

No retorno, algumas dicas são válidas para os condutores. “Que os motoristas voltem com calma e prudência para que possamos encerrar o feriado de uma forma tranquila. Controlem a ansiedade, só efetue as ultrapassagens em locais permitidos e com segurança, não utilizem o acostamento para transitar ou ultrapassar. Respeitem os limites de velocidade. Esperamos que todos voltem com responsabilidade”, pediu o inspetor Aristides Júnior, chefe do Núcleo de Comunicação Social da PRF em Minas.

Não há registro de acidente, somente o grande número de veículos(foto: Carlos Altman/EM/D.A.Press)
Não há registro de acidente, somente o grande número de veículos (foto: Carlos Altman/EM/D.A.Press)

Restrição


Motoristas de veículos de carga devem ter atenção. Há restrição de tráfego nas rodovias federais de pista simples e nas estradas estaduais.  A media vale neste domingo (01/04), de 16 às 22h. A proibição foi estabelecida pela portaria nº 3672, de 17 de janeiro de 2018. De acordo com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), “os motoristas de veículos de grande porte, que não respeitarem as restrições, estarão sujeitos às penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (art. 187-I, da Lei Federal nº 9.503, de 1997), o que representará a perda de quatro pontos na carteira, multa de R$ 130,16 e retenção do veículo até o término do horário limite”.

A restrição vale para veículos de carga bitrens, treminhões e rodotrens – com mais de duas unidades, sendo uma tratora e as demais tracionadas e comprimento entre 19,80 e 30 metros – cegonheiras, com duas unidades e de 22,40 metros de comprimento, cargas indivisíveis que excedam as medidas regulamentadas e veículos com até duas unidades, acima de 2,60 metros de largura ou mais de 4,40 metros de altura ou acima de 18,60 metros de comprimento, portando ou não Autorização Especial de Trânsito (AET).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade