Publicidade

Estado de Minas

Semana santa tem 15 mortes nas estradas de Minas

Número de mortos nas rodovias federais caiu de 18 para quatro, enquanto as vias estaduais registraram 11 óbitos


postado em 02/04/2018 17:45 / atualizado em 02/04/2018 18:29

(foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM/DA Press)
Enquanto as rodovias federais apresentam queda de número de mortes durante a semana santa, o índice aumentou nas estradas estaduais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em 2017 morreram 18 pessoas, enquanto neste ano o número caiu para quatro. Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), 11 pessoas perderam a vida durante o feriadão de 2017, três a mais que o mesmo período no ano passado. 

De acordo com a PRF, a primeira morte confirmada aconteceu na tarde de sexta-feira, na BR-040, altura do Km 516, em Ribeirão das Neves, na Grande Belo Horizonte, envolvendo uma moto e um automóvel. O segundo óbito ocorreu depois que um veículo saiu da pista na BR-262, em Bela Vista de Minas, na Região Central mineira, na noite do sábado.

As outras duas pessoas morreram no domingo. A primeira na manhã, na altura do Km 272 da BR-356, em Eugenópolis, na Zona da Mata, quando um caminhão tombou. A última morte confirmada durante a semana santa foi durante a tarde na BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo, Região Central, envolvendo dois automóveis.

Quanto aos acidentes registrados durante o feriadão neste ano, o número caiu de 146 para 101, comparado ao mesmo período de 2017. Além disso, o número de feridos em acidentes nas rodovias federais mineiras caiu de 144 para 138.

ESTRADAS ESTADUAIS Dos números de ocorrências registrados pela PMRv, apenas o de acidentes sem vítimas nas rodovias estaduais e federais delegadas caiu em comparação a 2017, quando o número diminuiu de 79 para 71. Os acidentes com vítimas não fatais saltou de 99 para 103, enquanto o número de mortos subiu para 11 – no ano passado, oito pessoas morreram nas rodovias estaduais. 

Neste ano, de acordo com os policiais militares, 186 pessoas ficaram feridas, enquanto 181 tiveram lesões no ano passado. Segundo a Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito (Dmat) da corporação, as principais causas dos acidentes são: falta de atenção, animal na pista, velocidade incompatível com o trecho, ultrapassagem proibida, distância inadequada de outro veículo, sono ao volante, direção na contramão e derrapagem.

Lei de trânsito


A corporação informou que durante o feriado foram realizados 3.650 testes de embriaguez nas vias federais do estado, sendo que 61 pessoas foram autuados e 10 foram presas por dirigirem bêbadas após teste de bafômetro. Além disso, ainda segundo o balanço divulgado, os radares capturaram 8.738 imagens de carros que excederam a velocidade, 592 multas por ultrapassagens proibidas foram emitidas e 5.524 veículos foram fiscalizados pelos policiais rodoviários federais.

Os policiais destacaram que os principais motivos para a redução dos índices foram a colaboração dos motoristas que, de acordo com a PRF, dirigiram de forma mais consciente. Além disso, apenas uma colisão frontal foi identificada pelos policiais.

E, segundo a PMRv, das 3.108 operações realizadas nas estradas, 47.508 veículos foram fiscalizados, 4.610 testes de etilômetro feitos, 11 pessoas foram presas por embriaguez. Os policiais também recolheram 61 carteiras de habilitação, 4.457 imagens de radar foram feitas e 619 pessoas foram autuadas por dirigirem sem Carteira Nacional de Hablitação (CNH). Durante as operações, 73 pessoas foram presas por outros crimes, sete armas de fogo foram apreendidas, 175 veículos foram removidos e 11 foram apreendidos.

* Sob supervisão da subeditora Regina Werneck

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade