Publicidade

Estado de Minas

Parques fechados em Nova Lima por surto de febre amarela são reabertos nesta segunda

De acordo com o Executivo da cidade, 11 parques estão liberados para receber visitantes. Na capital, parques ainda estão fechados sem previsão de abertura


postado em 26/03/2018 16:00 / atualizado em 26/03/2018 18:38

Mata do Jambreiro foi um dos locais reabertos (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Mata do Jambreiro foi um dos locais reabertos (foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press)
Desde esta segunda-feira, 11 parques públicos de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, estão abertos aos visitantes. Os lugares foram fechados em janeiro, devido aos casos de febre amarela que foram registrados no município. Na cidade, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), 31 casos foram confirmados, sendo que oito pessoas morreram. A cidade ocupa o terceiro lugar de casos confirmados.



Segundo a administração do município, os parques foram reabertos devido ao baixo risco de transmissão da doença, como também pelas ações feitas para que a febre amarela não espalhasse na região, como intensificação da vacina, aplicação de fumacê e realização de bota-foras. Neste ano, de acordo com o Executivo da cidade, 17 mil pessoas foram vacinadas e 74 toneladas de materiais inservíveis foram recolhidos.



Em nota, o secretário municipal de Saúde de Nova Lim,a José Roberto Lintz, faz um alerta aos frequentadores dos parques públicos. "Embora os riscos tenham diminuído, é importante que as pessoas sigam as orientações. Os visitantes devem estar imunizados há, no mínimo, 10 dias de antecedência, sem esquecer de continuar usando repelentes. O mosquito se reproduz em condições mais adequadas durante o verão, mas mesmo nas demais estações do ano, precisamos continuar em alerta", orientou.

Para Danilo Vieira, secretário municipal de Meio Ambiente, a reabertura tem como objetivo dar aos moradores espaços de lazer. “Instalamos placas de orientação nas entradas dos parques a fim de ressaltar a importância da proteção e prevenção. Seguindo essas medidas de segurança, o público poderá aproveitar a estrutura oferecida em nossos parques”, disse.

Confira a lista dos parques reabertos à população:

Parque Rego dos Carrapatos
Serra da Calçada
Serra do Souza
Morro do Elefante
Morro do Pires
Banqueta Rego Grande
Estação Ecológica Fechos
CEA- AngloGold
CPEA - Vale
Mata do Jambreiro
RPPN- Vale dos Cristais

Belo Horizonte


Em Belo Horizonte, quatro parques estão fechados para a visitação devido a circulação do vírus da febre amarela. O primeiro a fechar as portas por tempo indeterminado foi o Parque das Mangabeiras, em 30/11/2017, seguido pelo Serra do Curral, em 3/12/2017. Em janeiro deste ano, foram fechados o Aggeo Pio Sobrinho e o Parque Ecológico Roberto Burle Marx – o Parque das Águas. Já o Zoológico de BH, na Pampulha, exige dos visitantes o cartão de vacina atualizado para que não corram risco de contaminação. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), eles foram fechados com o objetivo de proteger a população. E, segundo a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a reabertura dos espaços ainda não tem data definida, devendo acontecer em consonância com a recomendação técnica da SMSA. A pasta recomenda a vacinação para as pessoas que ainda não foram protegidas.

* Sob supervisão da subeditora Ellen Cristie

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade