Publicidade

Estado de Minas

Famílias ocupam terreno na Região do Barreiro e protestam por moradia

O grupo faz parte das ocupações William Rosa e Professor Fábio Alves. Policiais militares do 41° Batalhão acompanham a movimentação


postado em 24/03/2018 14:10 / atualizado em 24/03/2018 17:08

(foto: Polícia Militar/Divulgação)
(foto: Polícia Militar/Divulgação)
Cerca de 300 famílias ocuparam, neste sábado (24), um terreno localizado na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. 
 
 
Eles reivindicavam direito a moradia e pediram que os autores do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco sejam presos. Representantes da Companhia Urbanizadora e de Habitação de Belo Horizonte (Urbel) foram ao local para tentar um acordo com os integrantes da ocupação. Durante a tarde, as famílias decidiram sair do local.  
 
O terreno, que fica no Bairro Santa Cecília, pertence à prefeitura de Belo Horizonte. Policiais militares do 41° Batalhão acompanharam a movimentação.
(foto: PSTU/Facebook reprodução)
(foto: PSTU/Facebook reprodução)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade