Publicidade

Estado de Minas

Vândalos ateiam fogo em centro de saúde de Mateus Leme

Prontuários, exames e computadores com dados de pacientes foram perdidos. Unidade ficará fechada nesta e quarta-feira


postado em 09/01/2018 11:14 / atualizado em 09/01/2018 12:13

Ver galeria . 5 Fotos Criminosos invadiram a unidade e incendiaram uma sala da coordenação de enfermagem Prefeitura de Mateus Leme/ Divulgação
Criminosos invadiram a unidade e incendiaram uma sala da coordenação de enfermagem (foto: Prefeitura de Mateus Leme/ Divulgação )
Vândalos arrombaram uma Unidade Básica de Saúde (UBS), incendiaram uma sala, queimaram prontuários e exames de pacientes e furtaram um computador durante a madrugada desta terça-feira em Mateus Leme, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A unidade foi fechada e permanecerá sem realizar atendimentos também nesta quarta-feira.

A Polícia Militar informou que foi acionada para atender um arrombamento na Unidade Básica de Saúde da Reta, no Bairro Vila Suzana, no início desta manhã. A pessoa que chamou os policiais informou que a unidade estava com muita fumaça e com as portas quebradas. 
 
Um funcionário da Secretaria de Saúde de Mateus Leme que não quis se identificar detalhou ao em.com.br o ato de vandalismo ocorrido na unidade. “Uma funcionária chegou aqui e me ligou eram 6h37 dizendo que a sala da coordenadora de enfermagem estava pegando fogo. Eu consegui chegar aqui rápido e nós apagamos o fogo. Mas quebraram muita coisa, queimaram documentos, exames e roubaram um notebook que estava na sala.” relatou. 

O funcionário acredita que a motivação para o vandalismo seja pessoal porque o ataque se concentrou na sala da coordenação de enfermagem.

Conforme o servidor, o crime prejudicou a comunidade. “Aqui está fechado hoje e muito provavelmente não vamos ter atendimento amanhã também. Está tudo enfumaçado, cheio de fuligem, com portas arrombadas, muitos prontuários de pacientes de perderam, então precisamos fazer um mutirão para limpar tudo e começar a atender novamente,” explicou o funcionário. 

Na hora do arrombamento, a unidade estava vazia. Os vigias do centro de saúde trabalham de 18h às 6h e de 7h às 16h. Como a ligação da funcionária da unidade foi às 6h37, o servidor acredita que os vândalos aproveitaram o intervalo da troca de plantões para invadir a unidade. 
 
Peritos da Polícia Civil foram ao centro de saúde para realização dos trabalhos de praxe. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Mateus Leme informou que, logo após a finalização das atividades de perícia, uma equipe do departamento de engenharia da cidade fará uma inspeção na unidade para verificar se a estrutura apresenta algum risco. 
 
Ainda conforme a prefeitura, os medicamentos, vacinas e alguns documentos de pacientes não foram danificados e estarão disponíveis à população na quinta-feira, quando as atividades da unidade serão retomadas.
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade