Publicidade

Estado de Minas

Caminhonete bate em árvore e quatro pessoas morrem no Norte de Minas

Bombeiros conseguiram retirar duas vítimas com vida, mas uma morreu a caminho do hospital. Criança de 9 anos foi levada em estado grave para a Santa Casa de Montes Claros


postado em 23/12/2017 11:28 / atualizado em 23/12/2017 13:10

Veículo levava cinco pessoas e seguia em direção a Janaúba(foto: Reprodução da internet/Facebook Norte de Minas MG)
Veículo levava cinco pessoas e seguia em direção a Janaúba (foto: Reprodução da internet/Facebook Norte de Minas MG)
Quatro pessoas morreram e uma criança ficou gravemente ferida na colisão de uma caminhonete contra uma árvore na manhã deste sábado na MGC-122, em Capitão Enéas, Norte de Minas Gerais. O veículo tem placas de Campinas (SP) e seguia no sentido Janaúba. Segundo o Corpo de Bombeiros, todos os ocupantes ficaram presos às ferragens.

De acordo com a Polícia Militar (PM) de Capitão Enéas, que deu apoio à ocorrência, uma testemunha informou que o motorista tentou fazer uma ultrapassagem e perdeu o controle da direção, atingindo o tronco de um eucalipto às margens da rodovia. Com o impacto, o veículo quase se partiu ao meio.

Além dos bombeiros e da PM, estiveram no local equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Capitão Enéas e Janaúba. As vítimas foram identificadas pelas iniciais. Segundo os bombeiros, no local morreram o motorista A.P.C.S.F, de 44 anos, um jovem não identificado, e a idosa J.M.C.S., de 68 anos.  Os corpos foram levados por uma funerária de Capitão Enéas. 

Outras duas pessoas foram retiradas com vida. Segundo os militares, a mulher M.J.C, de 39 anos, e a menina S.C.S, de 9, estavam com ferimentos graves. A caminho da Santa Casa de Montes Claros, a mais velha morreu. A criança foi internada na unidade com traumatismo craniano e diversas fraturas nos membros inferiores. A PM informou que as vítimas usavam cinto de segurança. 

O trânsito chegou a ficar completamente interditado por quase três horas, o que provocou um congestionamento na região. A via foi liberada após a perícia. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade