Publicidade

Estado de Minas

Saída para o feriado prolongado tem acidente em rodovia e lentidão em Minas

Carreta e ônibus bateram e pegaram fogo na BR-381, no Sul de Minas. Belo Horizonte, mais uma manhã de lentidão perto da rodoviária


postado em 23/12/2017 09:43 / atualizado em 24/12/2017 18:29

Com ônibus presos no congestionamento, pessoas seguiam a pé por viaduto do Complexo da Lagoinha(foto: João Vítor Almeida/Divulgação)
Com ônibus presos no congestionamento, pessoas seguiam a pé por viaduto do Complexo da Lagoinha (foto: João Vítor Almeida/Divulgação)
Perto da véspera do feriado de Natal, motoristas enfrentaram dificuldades nas estradas mineiras e em algumas vias de Belo Horizonte, principalmente no entorno da rodoviária do Centro. 

Na madrugada deste sábado, uma carreta e um ônibus se envolveram em uma colisão traseira na BR-381, em Campanha, no Sul de Minas Gerais. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há mortos, apenas vítimas com ferimentos leves. Houve um incêndio após a colisão, que ocorreu no km 765, sentido São Paulo-Belo Horizonte. 

Segundo um boletim da Autopista Fernão Dias, concessionária da região, o tráfego flui pela faixa da esquerda e, por volta das 8h20, o congestionamento chegava a 21 quilômetros, até São Gonçalo do Sapucaí. A empresa também registra retenção em outros três trechos no sentido capital mineira devido ao fluxo de veículos.

A PRF também registrou lentidão pela manhã na BR-381, na saída para Vitória, e também no trecho entre Belo Horizonte e João Monlevade. A Via 040, responsável pela rodovia entre Brasília e o Rio de Janeiro, informou mais cedo que, apesar do tráfego intenso, não há retenções. 

BELO HORIZONTE Assim como na sexta-feira, o trânsito ficou lento no Complexo da Lagoinha, caminho para o Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro, no Centro de Belo Horizonte. 

A BHTrans fez uma operação especial para organizar o trânsito no trecho, mas a região ainda teve retenções por conta do fluxo de veículos em direção à rodoviária. Segundo a empresa, os reflexos chegaram às avenidas Tereza Cristina e Pedro II. 

A BHTrans chegou a divulgar, no Twitter, um alerta para que os motoristas evitem passar pela região caso não exista necessidade. 


No início da tarde, a assessoria de imprensa da BHTrans divulgou uma nota comentando os problemas enfrentados pelos motoristas na região durante a manhã. A empresa atribuiu a situação aos veículos particulares na plataforma da rodoviária e aos demais que circulavam no entorno do terminal, principalmente em direção aos shoppings populares. Leia na íntegra: 

"A BHTRANS está realizando a operação Rodoviária, hoje 23/12, desde a madrugada, organizando e orientando o fluxo dos veículos que chegam ao Terminal Governador Israel Pinheiro (TERGIP). No início da manhã, a concentração de veículos particulares que acessam a plataforma da Rodoviária, somados aos que circulam na região em direção aos shoppings populares aumentou consideravelmente, criando filas que impactaram nas vias no entorno. Agentes da BHTRANS concentraram seus esforços nos acessos da Rodoviária e nos cruzamentos do entorno para dar maior fluidez e agilidade ao trânsito na região.

Ainda assim houve lentidão no trânsito no Complexo da Lagoinha, nas avenidas Afonso Pena, Teresa Cristina, Pedro II e Contorno. Agentes de toda acidade foram remanejados para a região e providenciaram ajustes nos tempos semafóricos, com objetivo de melhorar a fluidez, e sinalizaram algumas vias para direcionar o tráfego e ampliar a condições e segurança para pedestres e motoristas.

O perfil da empresa no Twitter @OficialBHTRANS está informando a situação do trânsito em tempo real desde o início da manhã. Cerca de 90 agentes estão nas ruas hoje, dia 23/12, durante a operação, além dos técnicos que monitoram o trânsito e o transporte coletivo através do Centro de Operações da Prefeitura.

Com a desativação da rodoviária de apoio ao TERGIP, na Estação José Cândido da Silveira, no dia 1/4, os embarques e desembarques das viagens interestaduais para Espírito Santo, Belém, Brasília, Campos dos Goytacazes (RJ) e São João da Barra (RJ), foram transferidos para a rodoviária na Área Central da capital, aumentando o número de veículos e passageiros que acessam o TERGIP, especialmente em períodos de férias e feriados.

Em função da grande demanda de acesso à Rodoviária nesses dias que antecedem o Natal, a BHTRANS orienta os motoristas que não necessitem transitar pela região, que utilizem rotas alternativas e evitem o local."

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade