Publicidade

Estado de Minas

Homem confessa assassinato de mulher encontrada junto às filhas em Tumiritinga

O homem matou a ex-mulher e o irmão dela nesta madrugada. Crianças foram encontradas chorando e debruçadas no corpo da mãe


postado em 09/08/2017 18:12

Crime foi em uma casa no Bairro Nova Tumiritinga(foto: Agência Rede Alerta)
Crime foi em uma casa no Bairro Nova Tumiritinga (foto: Agência Rede Alerta)

Desgaste no casamento. Esse foi o motivo alegado por um homem preso por assassinar a ex-companheira e o irmão dela na madrugada desta quarta-feira em Tumiritinga, na Região do Rio Doce. Ele acabou detido horas depois e confessou que utilizou uma marreta para cometer o crime. Os corpos foram encontrados pela babá de duas meninas, de 1 e 5 anos. Elas choravam junto ao corpo da mãe. O acusado vai responder por feminicídio e homicídio qualificado por meio que dificultou o a defesa da vítima.

O crime aconteceu na madrugada em uma casa da Rua Nove, no Bairro Nova Tumiritinga. As duas vítimas, identificadas como Marineide Ferreira dos Santos, de 28 anos, e o irmão dela, Giovane, de 19, foram assassinados com golpes de marreta. Os corpos foram encontrados pela babá das crianças no início da manhã desta quarta-feira. A jovem relatou aos policiais que as duas filhas da mulher, estavam debruçadas sobre ela e chorando. O tio delas estava em um colchão na sala também já sem vida.

Levantamentos dos militares indicaram que um dos suspeitos do crime seria o marido da mãe das crianças. Segundo a PM, testemunhas contaram que ele esteve na casa na madrugada. “Assim que tomamos conhecimento do crime, fomos até o local. O homem foi até a residência e a suspeita recaiu sobre ele. Primeiramente, negou o crime”, explicou o delegado Douglas Ferraz Veloso.

O suspeito foi levado para a delegacia de Conselheiro Pena, na mesma região, onde começou a ser interrogado pelo delegado. Na companhia de um advogado, ele confessou o assassinato. “Pelo que apuramos até agora, foi crime passional. Ele informou que a motivação era o casamento que estava desgastado e ele não estava suportando mais. Comentou, ainda, que resolveu cometer o crime na terça-feira a tarde, e foi para a casa das vítimas na madrugada” disse Veloso.

O homem foi na residência por volta das 3h e disse que utilizou uma marreta para assassinar as vítimas. “Ele afirmou que matou a companheira e o irmão dela e que as filhas dele dormiam no momento”, comentou o delegado. “Ele vai responder por feminicídio e homicídio qualificado – por meio que dificultou defesa da vítima”, completou. Depois do depoimento, o preso foi encaminhado para o Presídio de Conselheiro Pena. Os corpos das vítimas foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Governador Valadares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade