Publicidade

Estado de Minas

Obras na Nossa Senhora do Carmo vão até outubro e podem complicar trânsito

Expectativa é que motoristas tenham dificuldades no local a partir de amanhã, quando as aulas serão retomadas e a circulação deverá voltar a ficar carregada


postado em 31/07/2017 11:34 / atualizado em 31/07/2017 11:43

Mesmo sem grande fluxo de veículos, restrição ao tráfego já está causando lentidão na avenida(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Mesmo sem grande fluxo de veículos, restrição ao tráfego já está causando lentidão na avenida (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Motoristas que circulam diariamente pela Avenida Nossa Senhora do Carmo terão que ter paciência a partir desta terça-feira, dia oficial da volta às aulas e fim do período de descanso do meio do ano para boa parte da população de BH.

As obras que estão em curso do lado direito da avenida para quem segue em direção à Avenida do Contorno e pretende acessar a Rua Professor Morais, o Bairro Sion ou bairros da Região Leste só têm previsão de término em outubro.

Como elas se iniciaram durante o período de férias de julho, o real impacto para o trânsito será sentido a partir de amanhã. A má notícia é que a obra já vem causando transtornos mesmo em um período considerado de circulação tranquila, com filas que estão sendo criadas graças ao afunilamento na Nossa Senhora do Carmo.

Segundo a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), as obras são para recuperação estrutural da galeria do Córrego Acaba Mundo, que passa sob a Nossa Senhora do Carmo. "A obra visa garantir a estabilidade e a funcionalidade do sistema de drenagem pluvial e a integridade das vias ao longo dos córregos. A previsão de término é em outubro deste ano", diz a pasta, em nota.

Obra fecha uma das pistas do lado direito da Nossa Senhora do Carmo para quem desce em direção à Avenida do Contorno(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)
Obra fecha uma das pistas do lado direito da Nossa Senhora do Carmo para quem desce em direção à Avenida do Contorno (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade