Publicidade

Estado de Minas

Moradores relatam novo tiroteio no Aglomerado da Serra

Polícia Militar confirma que recebeu chamado para disparos de arma de fogo, mas afirma que quando chegou nada foi encontrado


postado em 31/07/2017 09:18

Onda de tiroteios começou na semana passada e novamente moradores relataram disparos neste domingo(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A PRESS)
Onda de tiroteios começou na semana passada e novamente moradores relataram disparos neste domingo (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A PRESS)
Moradores dos bairros Serra e São Lucas, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, voltaram a relatar a ocorrência de tiroteio no Aglomerado da Serra. Segundo os denunciantes, o fato ocorreu na noite deste domingo.

A Polícia Militar informou, por meio da assessoria de imprensa do Comando de Policiamento Especializado (CPE), que recebeu um chamado para disparos de arma de fogo, mas no local nada foi confirmado ou encontrado.

Estiveram na região viaturas do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam), Batalhão de Operações Especiais (Bope) e também do 22º Batalhão, unidade que faz o policiamento rotineiro na área, conforme o CPE.

Uma moradora, que pediu anonimato, informou que contou pelo menos 12 tiros seguidos às 22h20. Segundo ela, as viaturas começaram a chegar às 23h06, com as sirenes desligadas. As primeiras que chegaram ao local foram as de cor cinza, da Rotam.

A moradora também relatou um movimento atípico de motocicletas no interior do aglomerado. Na semana passada, a PM registrou três tiroteios em três dias consecutivos e atribuiu a situação a uma briga entre gangues que ocupam duas das oito vilas do aglomerado.

Em um dos casos, uma bala atingiu o apartamento de uma moradora vizinha da favela, perfurando a janela e batendo na parede do quarto da dona da residência. A PM anunciou reforço no policiamento da região e realizou quatro prisões e apreensões de armas de fogo na mesma semana no aglomerado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade