Publicidade

Estado de Minas

PM e vigilante são mortos por ladrões de banco em Santa Margarida; veja vídeo

O cabo Marcos Marques da Silva morreu com um tiro de fuzil na cabeça. Já o vigilante do Banco do Brasil, que ainda não teve identidade revelada, chegou a receber os primeiros socorros, mas também morreu no local. Duas pessoas foram levadas reféns


postado em 10/07/2017 11:20 / atualizado em 10/07/2017 13:17


Uma tentativa de assalto às agências do Banco do Brasil e da Sicoob terminou com um policial e um vigilante mortos nesta manhã em Santa Margarida, na Zona da Mata de Minas Gerais, a 257 quilômetros de Belo Horizonte. 


Na cidade, havia apenas dois militares no momento da ação. Os PMs foram até o local e trocaram tiros com os criminosos. O cabo Marcos Marques da Silva, de 36 anos, foi baleado e morreu na calçada de uma das agências, quando o grupo fugia em uma caminhonete Toro, de placa PYS-6660, levando dois reféns.

O vigilante Leonardo José Mendes, que não teve a idade informada, chegou a receber os primeiros socorros, mas morreu no local com graves ferimentos. Um segundo vigilante foi ferido e levado para o hospital de Manhuaçu. Os dois homens trabalhavam no Banco do Brasil.

As vidraças dos terminais foram destruídas. O carro foi localizado nas proximidades da cidade, no córrego São Paulo, em São João do Manhuaçu, também na Zona da Mata. Os reféns foram liberados. Segundo a PM, os criminosos fugiram em um Gol, após abandonar a caminhonete.

Ver galeria . 10 Fotos Policial Militar morreu com tiro na cabeça ao tentar impedir assalto no centro de Santa Margarida. Um vigilante morreu e outro ficou feridoReprodução internet/WhatsApp
Policial Militar morreu com tiro na cabeça ao tentar impedir assalto no centro de Santa Margarida. Um vigilante morreu e outro ficou ferido (foto: Reprodução internet/WhatsApp )

Ainda não há informações sobre o roubo de alguma quantia em dinheiro dos bancos. Ninguém foi preso até o momento.

A PM enviou para as buscas na região uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope), três aeronaves e os comandos das polícias Civil e Militar regionais estão fazendo operação de cerco e bloqueio em estradas da área. Equipes de inteligência das duas corporações trabalham na identificação dos autores. Santa Margarida tem 16 mil habitantes e um efetivo total de 5 policiais militares.

Uma submetralhadora e três pistolas de calibre 12 já foram apreendidas pela PM na saída de Santa Margarida, no sentido Córrego Bom Jardim. O grupo fugiu pela BR-116, em direção à Raul Soares, também na Zona da Mata. 
 
*Sob supervisão do editor Benny Cohen

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade