Publicidade

Estado de Minas

Alunos do Colégio Loyola se mobilizam para coletar agasalhos no frio

Na Campanha de Inverno, estudantes procuram ajudar os mais necessitados, em tradicional apoio a moradores de rua. Empresas também recolhem doações


postado em 31/05/2016 06:00 / atualizado em 31/05/2016 07:52

Matheus Mafra, de 16 anos, diz que todos os alunos do Colégio Loyola estão engajados na campanha(foto: Cristina Horta/EM/D.A PRESS)
Matheus Mafra, de 16 anos, diz que todos os alunos do Colégio Loyola estão engajados na campanha (foto: Cristina Horta/EM/D.A PRESS)
Com a proximidade do inverno, aumentam as ações de solidariedade às pessoas que necessitam de agasalhos e alimentos para amenizar o frio. Os alunos do Colégio Loyola estão mobilizados para ajudar a quem precisa neste momento. É o caso do Matheus Mafra, de 16 anos, que ajuda a mobilizar outros colegas para participarem da Campanha de Inverno, que tenta coletar “coisas que aquecem”, que vão desde alimentos até agasalhos. “Estamos muito engajados. Todo mundo quer participar e colaborar”, diz o jovem que integra o grêmio estudantil. Nesta semana, o jovem e a mãe, Raquel Mafra Oliveira Koenigkann, de 36, buscaram no guarda-roupa peças que podem aliviar o frio de muitos que não podem comprá-las.


Ex-aluna do Loyola, Raquel lembra que o sentimento de solidariedade vem desde a época em que frequentava o colégio. “Sou ex-aluna e sempre tive essa preocupação de arrecadar agasalhos e brinquedos”, afirma. Para ela, a doação de roupas e alimentos é uma ajuda emergencial. “Não resolve definitivamente o problema, mas dá um acalanto que faz a diferença”, diz.


Dentre a formação dos estudantes, a experiência de solidariedade é uma das que fazem diferença na avaliação de Matheus. “É uma forma de ajudarmos as pessoas menos favorecidas, as creches, asilos e moradores de rua”, diz. Outra ação realizada pelos estudantes é a ronda noturna, quando prestam auxílio a quem vive na rua. Todos as quintas-feiras, os estudantes do ensino médio levam alimento para moradores de rua e doam parte do tempo para conversar com eles e acolhê-los.

O coordenador de formação social do Colégio Loyola, Fabiano Carreiro, afirma que a proposta das campanhas não é uma ação assistencialista, mas criar momentos para que os alunos entrem em contato com outra realidade. A mobilização da Campanha de Inverno deste ano teve início em 23 de maio e segue até sexta, dia 3.

As doações serão encaminhadas para as creches Santa Luzia, no Bairro Ipiranga, na Região Nordeste, e para as creches Fundação Fé e Alegria e da Paz, ambas em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Uma média de 15 alunos participa das visitas aos moradores de rua da capital. “Os alunos levam lanche, mas isso é um detalhe. O melhor é que os alunos podem se sentar e conversar com essas pessoas. É uma forma de romper o preconceito contra quem vive na rua”, afirma o coordenador.

CALOR HUMANO Com a chegada do inverno, os shoppings da Multiplan na capital mineira, BH Shopping, DiamondMall e Pátio Savassi participam da campanha #CalorHumano criada pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas). Com o tema “Calor Humano: doar agasalhos e cobertores esquenta, conforta e faz o inverno ficar mais quentinho”, o objetivo do projeto, em sua segunda edição, é arrecadar roupas, cobertores e acessórios de inverno em bom estado para doar a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

No BH Shopping, os clientes podem fazer as doações no Concierge (3º piso). No DiamondMall e no Pátio Savassi todas as peças podem ser entregues também nos Concierges (Piso L3 e Piso L2, respectivamente). “Sabemos que com a chegada do inverno e as baixas temperaturas, muitas pessoas ficam vulneráveis nas ruas, por isso, entendemos a importância e apoiamos campanhas como a #CalorHumano”, finaliza a gerente de Marketing do DiamondMall, Flávia Louzada.

A campanha #CalorHumano conta com 50 pontos de coleta distribuídos nas portarias de grandes empresas, shopping center, universidades e postos de gasolina das diversas regiões de Belo Horizonte e Contagem. A campanha contará também com arrecadação de agasalhos em postos de gasolina filiados à Minaspetro nas cidades de Montes Claros (Norte), Teófilo Otoni (Vale do Mucuri), Governador Valadares (Vale do Rio Doce), Ipatinga (Vale do Aço), Uberlândia (Triângulo Mineiro), Uberaba (Triângulo Mineiro), Divinópolis (Oeste), Juiz de Fora (Zona da Mata), Poços de Caldas (Sul) e Pouso Alegre (Sul). No ano passado, a campanha arrecadou 13 mil peças.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade