Publicidade

Estado de Minas

Justiça suspende rescisão de contrato e obras em Confins seguem indefinidas

Em meio ao processo, concessionária do aeroporto espera movimento de passageiros 10% maior que o de 2014. Equipamento para segurança em pousos com condições meteorológicas ruins funcionará todos os dias


postado em 12/02/2015 18:36 / atualizado em 12/02/2015 18:56

Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, espera movimento quase 10% superior a 2014(foto: Paulo Filgueiras/EM/D. A. Press)
Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, espera movimento quase 10% superior a 2014 (foto: Paulo Filgueiras/EM/D. A. Press)

A novela das obras de ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, ganhou novo capítulo. A 22ª Vara de Justiça do Distrito Federal determinou que a Infraero suspenda a rescisão do contrato com o consórcio Marquise/Normatel, responsável pela reforma.

Em janeiro, a estatal publicou no Diário Oficial da União a rescisão para enfim discutir com a BH Airport a continuidade das obras. Mas o consórcio Marquise/Normatel, por discordar da decisão, decidiu acionar a Justiça. As empresas acusam a estatal de ter causado prejuízo de R$ 48,27 milhões com a demora no repasse dos projetos de engenharia a serem executados durante a obra. A Infraero já cumpriu a determinação e “suspendeu o ato de rescisão” e diz que “irá continuar defendendo seus interesses em juízo”.

Meses antes, a Justiça Federal já havia definido a suspensão do contrato, atendendo a um pedido do consórcio, que, sem a assinatura de um terceiro aditivo, não aceitou continuar as obras depois da Copa do Mundo devido ao fim do prazo estipulado para as obras. “A decisão foi motivada pelos constantes atrasos da contratante na entrega de projetos e liberação de adequadas frentes de trabalho, o que resultou em grande desequilíbrio financeiro do contrato”, diz em nota o consórcio Marquise/Normatel.

Trânsito no carnaval
A BH Airport, concessionária do aeroporto, emitiu um comunicado, nesta quinta-feira, revelando que espera um movimento de cerca de 175 mil passageiros entre os dias 13 e 18 de fevereiro. O número representa 8,79% a mais que em 2014.

Segundo a concessionária, 160.438 pessoas passaram pelo terminal no carnaval passado. A expectativa é que os picos de movimentação ocorram na sexta-feira (13) e quarta-feira (18), entre as 18h e 19h.

O aeroporto de Confins também contará com uma operação especial para o feriado de carnaval. A BH Airport disse que utilizará reforços nas áreas de atendimento ao usuário, segurança e limpeza do terminal.

Menos caos, mais segurança
Outro alívio para os passageiros que passarão pelo aeroporto, a concessionária também informou que o aparelho que auxilia a navegação dos pilotos nos pousos em caso de condições meteorológicas ruins, ILS (sigla em inglês para sistema de pouso por instrumentos), funcionará 24 horas até o fim do carnaval.


Publicidade