Publicidade

Estado de Minas

Manifestantes se retiram da Câmara Municipal de Belo Horizonte

Grupo começou a sair às 14h deste domingo e algumas pessoas que ainda estão no interior do prédio retiram os últimos pertences pessoais


postado em 07/07/2013 15:03 / atualizado em 07/07/2013 15:45

Os manifestantes que ocuparam a Câmara Municipal de Belo Horizonte no último dia 29 estão se retirando pacificamente do prédio na tarde deste domingo (07). Os procedimentos de desmontagem de barracas e retirada de bandeiras começou por volta das 14h e ao menos 50 pessoas já teriam saído do local, enquanto outro grupo de aproximadamente 100 pessoas faz os últimos preparativos, como recolocação de móveis que haviam sido retirados de seus lugares.

 O grupo decidiu sair do imóvel em votação realizada na noite desse sábado (06). Antes da retirada da sede municipal, localizada no Bairro Santa Efigênia, na Região Leste da capital, o grupo realizou duas últimas ações: um banho em uma piscina de lona, montada na entrada da portaria principal, e um almoço à base de salsichas.

 A saída dos manifestantes é acompanhada à distância por um contingente de policiais militares. Após a saída da câmara, o grupo se dirigirá ao Viaduto Santa Tereza, no Centro de Belo Horizonte, para um ato cultural. De acordo com os participantes, a ocupação foi apenas um instrumento e outras ações deverão ser realizadas em 2013.

 Transporte público O grupo, formado majoritariamente por estudantes, protesta contra o preço das passagens de ônibus em Belo Horizonte e pela abertura de planilhas e contratos entre o governo municipal e as empresas de transporte. Na próxima quarta-feira, começará a valer uma redução nas tarifas, que passam a valer R$ 2,65 ( ônibus diametrais, que custam hoje R$ 2,80) e R$ 1,85 (ônibus circulares , que custam R$ 2). O reajuste, proveniente da desoneração de tributos municipais, foi fruto de um projeto de autoria da prefeitura aprovado pelos vereadores.

 *Com informações de Landercy Hemerson


Publicidade