Publicidade

Estado de Minas

Menino que bebeu ácido no lugar de sedativo pode deixar UTI na segunda-feira

Alan recebeu o ácido no Hospital São Camilo. A técnica em enfermagem trocou os remédios e ministrou, em vez de um sedativo, um ácido para cauterizar verrugas


postado em 13/04/2012 13:01 / atualizado em 13/04/2012 15:21

O menino Alan Breno Castro Novais, de 2 anos, que ingeriu ácido tricloroacético no lugar de sedativo, pode deixar Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Felício Rocho na segunda-feira. Segundo o boletim da equipe médica, o garoto apresenta bom estado geral, sem necessidade de remédios para dor. Ele já consegue engolir a própria saliva e as queimaduras visíveis da boca estão cicatrizando. Nesta sexta-feira, será iniciada a dieta líquida, através da sonda colocada no estômago. A alimentação por via oral continua suspensa.

Alan recebeu o ácido no Hospital São Camilo, no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte, no último domingo. Ele se preparava para fazer uma tomografia, após bater a cabeça em casa, no Bairro Jardim dos Comerciários, Região de Venda Nova. A técnica em enfermagem trocou os remédios e ministrou, em vez de um sedativo, um ácido para cauterizar verrugas. A profissional está afastada do cargo enquanto o hospital investiga o ocorrido.

A mãe do menino, Érica Aparecida de Castro, e o diretor do Hospital São Camilo prestam depoimento no cartório da 1ª Delegacia da Seccional Leste nesta sexta. A polícia vai juntar o relato dos dois no inquérito. Ainda não há informações sobre o conteúdo dos depoimentos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade