Publicidade

Estado de Minas

Briga entre punks e skinheads acaba em facadas na Praça da Liberdade


postado em 03/09/2011 09:17 / atualizado em 03/09/2011 14:03

Um dos agredidos mostra curativo na cabeça(foto: Jair Amaral / EM / DA PRESS)
Um dos agredidos mostra curativo na cabeça (foto: Jair Amaral / EM / DA PRESS)


Uma briga na Praça da Liberdade, na madrugada deste sábado, envolveu supostos skinheads e um grupo de punks. O desentendimento acabou com facadas e duas pessoas no hospital. Felipe Figueira, 27anos, alega que estava bebendo com Paulo Freitas, 25 anos, em um carro estacionado no entorno da Praça da Liberdade, quando foi atacado por um grupo de mais de 10 pessoas identificadas por ele como punks.

O grupo começou a depredar o veículo por acreditar que Figueira e Freitas fossem skinheads e, quando os dois saíram do carro foram atacados a facadas. Os agressores só fugiram quando membros da guarda municipal acionaram a Polícia Militar. Depois de um rastreamento, a PM localizou Jonathan Vaz Closs, 20 anos, que foi identificado como um agressores. Ele nega que tenha participado da briga.

Feridos, os dois homens foram levados para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII. Felipe Figueira já foi liberado pelos médicos na manhã deste sábado e nega ser skinhead. Ele seguiu para a Seccional Centro para prestar depoimento, já a outra vítima, Paulo Freitas, passou por uma cirurgia e está em estado grave. Rodrigo Freitas, irmão de Paulo, confirmou a ligação de seu irmão com o movimento skinhead.


Publicidade