Publicidade

Estado de Minas ARTE FINAL

Mineirão enche seu gramado de diversidade


postado em 05/07/2020 04:00

(foto: REPRODUÇÃO INTERNET )
(foto: REPRODUÇÃO INTERNET )
Um dos espaços mais democráticos do estado dá mais um exemplo de engajamento social. Em homenagem ao Dia do Orgulho LGBTQI+, comemorado em 26 de junho, o Mineirão realiza uma ação muito representativa em favor da diversidade. Sob o título “O amor sempre vencerá”, o Gigante da Pampulha ‘encheu’ o seu gramados com as cores da bandeira do movimento. Um dos principais palcos do futebol e de eventos no país foi iluminado com as cores do arco-íris, e cada uma delas era combinada com depoimentos de familiares de pessoas LGBTQI . O vídeo completo está disponível nas redes sociais do estádio.

EMPATIA 
As mensagens falam sobre acolhimento, processo de aceitação e de reconhecer que o amor é maior do que o preconceito. A ação também é um convite para as pessoas refletirem e se colocar no lugar do outro. Diversas famílias foram escolhidas, além da seleção de seis personagens centrais: Tarso Brant (homem trans), Yuri Senna (homossexual), Sofia Dolabela (homossexual), Nathalia Trajano (homossexual) e Ralph Goddard (homossexual). "Mais uma vez, queremos mostrar que o Mineirão também faz parte da luta em defesa da diversidade. E através dela promover a reflexão de que todas as formas de amar devem ser acolhidas e respeitadas", explica Ludmila Ximenes, relações institucionais do Mineirão. "Nossa ideia com essa ação é mostrar que o orgulho pode e deve começar em casa, na própria família, e que o amor sempre vencerá", completa.

Nos anos anteriores, o Mineirão já havia sido palco de outras homenagens de respeito à diversidade de gênero e à cidadania LGBTQI . Uma das ações ocorreu em 2018, com a realização do primeiro casamento LGBT em um estádio de futebol, que celebrou a união de três casais no gramado. No ano passado, o Mineirão cobriu 420 cadeiras do estádio com as cores da bandeira LGBT, simbolizando a triste estatística do número de pessoas mortas no país, em 2018, por LGBTFobia. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade