Publicidade

Estado de Minas INVERNO 2020

Reinventando experiências

Grife mineira lança coleção inspirada nas belezas naturais do Peru, com peças para a mulher elegante


postado em 16/02/2020 04:00

(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)

A viagem que fez ao Peru encantou Bruno Nascimento, estilista há cinco anos da Skunk, marca mineira de Juiz de Fora que tem ganho mercado a cada coleção. As cores, paisagem, geografia, fauna, flora e gastronomia do país e sua história ancestral serviram de inspiração para o inverno’2020.
 
A escolha foi lançar várias coleções cápsula, todas elas inspiradas no Peru. Um local mágico, onde cada parede conta uma história, uma tradição. Cada pedra tem um significado, cada comida um sabor incomparável, e cada pessoa remete a um antepassado cheio de orgulho. A primeira delas foi lançada semana passada, seguindo o DNA da marca: sofisticação descomplicada para a mulher moderna. Linhas modernas, detalhes precisos e elegância atemporal prometem elevar o conceito de reinventar experiências.
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
Das pedras vulcânicas acinzentadas de Arequipa às linhas de Nazca, passando pela urbanidade de Lima, a história de Cuzco, toda a beleza natural e energia de Machu Picchu, os muros de pedra e as belas peles dos animais, tudo serviu de tema para a variedade de estampas criadas que partem do minimalismo e vão até algo mais decorativo, mas com bom gosto e na medida certa.
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
A cartela de cores foi inspirada dentro deste universo peruano e traz a palha, camurça, café, preto, bordô, terracota, rosê, amarelo aurum, salvia, olive, verde fiori, marinho, índigo e pink. A maioria dos tecidos presentes no inverno Skunk são fibras naturais como o algodão, linho, seda pura, seguidos pelo liocel, viscose, modal, tricô em fibras de rayon, malhas, paetês, pelos tecnológicos, etc.
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
A Skunk nasceu há 40 anos, em Juiz de Fora, fundada por Ilva Ferenzini, e hoje as filhas Marcela e Mariana já participam da empresa ao lado da tia e diretora criativa Lili Assis. O nome da grife veio de um calango muito comum na região, e desde que foi criada foca em fazer uma moda para mulheres elegantes, modernas, na faixa etária entre 20 e 50 anos, ativas, que atuam no mercado e precisam estar preparadas para sair do trabalho e ir a um compromisso.
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
 
(foto: Skunk/divulgação)
(foto: Skunk/divulgação)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade