Publicidade

Estado de Minas REPERCUSSÃO

Amigos, artistas e políticos falam sobre o homem e o arquiteto que levou o nome do Brasil para o mundo

"Poucos sonharam tão intensamente e fizeram tantas coisas acontecer quanto ele", disse a presidente Dilma Rousseff


postado em 06/12/2012 07:46 / atualizado em 06/12/2012 08:38

Instantes depois do anúncio da morte de Oscar Niemeyer, a notícia se espalhou por todo o país e nas redes sociais e repercutiu nos jornais internacionais. Amigos, artistas e políticos falaram sobre o homem e o arquiteto que levou o nome do Brasil para o mundo. “Poucos sonharam tão intensamente e fizeram tantas coisas acontecer quanto ele”, disse a presidente Dilma Rousseff, que divulgou nota lamentando a morte do arquiteto.

Confira toda a trajetória do maior arquiteto brasileiro

A presidente citou frases de Niemeyer, disse que ele “sonhou uma sociedade igualitária”, ressaltou que foi o autor intelectual do país e concluiu: “O Brasil perdeu hoje um dos seus gênios. É dia de chorar sua morte. É dia de saudar sua vida”. O governador Antonio Anastasia decretou luto oficial e lembrou as importantes obras do arquiteto no estado: “A história profissional de Oscar Niemeyer está ligada a Minas Gerais”. No exterior, os principais sites se referiram ao arquiteto como um dos grandes mestres do século 20.

O espanhol El País disse que Niemeyer foi um poeta das curvas e destacou sua participação nas grandes obras que deram forma a Brasília. A imprensa americana lamentou a morte do brasileiro e lembrou que seus traços estão presentes na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Repercussão pelo mundo
El País (Espanha)
"Morre Niemeyer, o poeta da curva"

The Wall Street Journal (EUA)
"Oscar Niemeyer morre aos 104; projetista da sede da ONU e da capital brasileira"

Clarín (Argentina)
"Morreu Oscar Niemeyer, um ícone da arquitetura"

BBC (Inglaterra)
"Oscar Niemeyer, arquiteto brasileiro, morre aos 104"

Corriere della Sera (Itália)
"Adeus a Niemeyer, mestre do século 20"

Clique para ver maior
Clique para ver maior

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade