Publicidade

Estado de Minas

Trabalhos de Niemeyer influenciaram arquitetura no Brasil e no mundo


postado em 05/12/2012 23:31

(foto: Luiz Marques/CB/D.A Press)
(foto: Luiz Marques/CB/D.A Press)
Amados por uns e odiados por outros, o que não se pode negar é que os trabalhos de Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares influenciaram, e influenciam ainda, a arquitetura. O carioca que ajudou a construir Brasília marca forte presença na arquitetura brasileira e mundial.

Segundo o arquiteto que trabalha em Brasília Leonardo Freitas, Niemeyer usou a estrutura de concreto armado para fugir do que era padrão: “Ele foi pioneiro na questão da forma livre”. O concreto armado recebe armadura metálica que é capaz de resistir aos esforços de tração. Com ele, é possível criar diferentes formas para as construções.

Freitas diz que o artista inovou também ao transgredir o princípio funcionalista, que prega que as opções de arquitetura devem obedecer às funções do prédio. Para Niemeyer, a beleza é a função, e por isso, o principal da obra.

O paulistano Ruy Ohthake é um dos discípulos de Niemeyer. Ele assina o prédio que é um dos símbolos de contemporaneidade da capital, o Brasília Shopping, e levou a marca do carioca para além de Brasília. Ohthake usa as curvas e a plasticidade em prédios de outras cidades brasileiras e na Embaixada do Brasil em Tóquio, entre outros. O arquiteto diz procurar o "belo por meio da surpresa" e não ter medo de ousar. Não é por acaso que o próprio Niemeyer o considerava o mais legítimo representante da arquitetura brasileira.

A iraniana Zaha Hadid é outra que assume ter sido influenciada pelo arquiteto que projetou a maioria dos monumentos da capital federal. Assim como Niemeyer, ela gosta de explorar formas curvas. Hadid descreve Brasília como um trabalho muito abstrato e, para ela, Niemeyer é uma mutação do modernismo que deu um passo importante para o Brasil. Ele é o precursor de uma geração de arquitetos.

Remment Lucas Koolhaas, mais conhecido como Rem Koolhaas, apesar de ser holandês, aos 12 anos de idade tinha o sonho de ser um "arquiteto brasileiro", por influência de Niemeyer. Rem, que veio para o Brasil ainda criança, aprendeu com Niemeyer o gosto pela inovação. Em 2008, Rem foi considerado pela revista Time umas das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade