Publicidade

Estado de Minas

Ministros da área de infraestrutura conviveram com Alencar no governo Lula


postado em 29/03/2011 18:20

Os três ministros da área de infraestrutura, que conviveram com José Alencar no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, lamentaram nesta terça-feira a morte do ex-vice-presidente da República. Edison Lobão, de Minas e Energia, e Alfredo Nascimento, dos Transportes, ocupavam as mesmas pastas no governo passado e Paulo Bernardo, atualmente à frente das Comunicações, era o ministro do Planejamento.

Para Paulo Bernardo, mesmo em luta contra um câncer no intestino, Alencar nunca deixou a missão de tornar o país mais justo socialmente. “Nos oito anos de trabalho juntos na equipe de governo, aprendi a admirá-lo e a estimá-lo pela justeza de caráter e firmeza no trato da coisa pública”.

Edison Lobão disse que Alencar foi “um grande brasileiro, um cidadão íntegro e uma pessoa humana admirável”. Lobão destacou que, no cargo de vice-presidente, Alencar ajudou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a realizar as grandes transformações que marcaram a vida do país nesta década. “Nos últimos anos, conquistou o coração de todos os brasileiros com a sua luta obstinada pela vida, para que pudesse continuar servindo ao Brasil".

Para o ministro dos Transportes, José Alencar era “simples, honesto, leal, competente, comprometido com as coisas do Brasil e amoroso com seus pares”. Alfredo Nascimento conviveu com Alencar durante o governo do presidente Lula e também no Partido da República (PR). “Alencar sempre foi para nós, e para mim em particular, um exemplo a ser seguido. Deixará, sem dúvida, muitas saudades e um grande vazio na política brasileira”, declarou Nascimento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade