Publicidade

Estado de Minas

Enem: tema da redação é 'manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet'

Informação foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) momentos depois do início das provas


postado em 04/11/2018 14:08 / atualizado em 04/11/2018 16:22


 
O maior mistério dos alunos que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está desvendado. Neste ano, milhões de estudantes vão escrever a redação sobre a 'manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet'.
 
A confirmação foi dada pelo Twitter oficial do Inep momentos depois do início da prova.  A redação deve ser feita a partir de um texto dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas.
 
Para a professora Poliana Wink, do cursinho preparatório Chromos, o tema era esperado, mas não com esse recorte. "É um tema da atualidade e a gente convive com essa questão diariamente. Uma das abordagens é a manipulação que as empreesas podem fazer pelo nosso compartamento na internet, a partir de buscas, compras etc. Principalmente, nosso comportamento como consumidor", ressalta.
 
Contudo, segundo Poliana, fica difícil fazer uma análise mais aprofundada sobre a redação apenas com o tema, já que ainda não há informação sobre os textos motivadores apresentados pelo Inep aos inscritos. A professora também classificou o tema como "difícil", em razão da desigualdade social do Brasil, uma vez que nem toda a população tem acesso à internet.
 
Como argumentos que podem ser usados para construção do texto, a docente aponta para o marco civil da internet. A lei permite que empresas privadas usem informações dos usuários, desde que com aceitação dos termos de uso.
 
Além disso, ela aponta para os vazamentos de informações oficiais do WikiLeaks, por meio do analista de sistemas Edward Snowden, que criou uma crise diplomática entre diferentes países. As fake news também podem ser abordadas, porém apenas como contextualização, conforme Poliana Wink.
 
O texto dissertativo-argumentativo precisa ser opinativo e organizado para a defesa de um ponto de vista.  A opinião do autor deve estar fundamentada com explicações e argumentos. Os critérios de correção da redação, com cinco competências, estão detalhados na Cartilha de Participante - Redação no Enem 2018. 

A aplicação do Enem 2018 começou as 13h30 deste domingo (4), em todo o país. Os participantes terão 5 horas e 30 minutos para fazer as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, com 90 questões, além da Redação.

No total, são 70.718 locais de aplicação em 1.725 municípios brasileiros. 
 
Não perca, neste domingo gabarito extraoficial das provas do Enem 2018, parceria Chromos/Portal Uai.
 
Veja os temas da redação de edições anteriores do Enem, desde que foi reformulado, em 2009:

Enem 2009: O indivíduo frente à ética nacional

Enem 2010: O trabalho na construção da dignidade humana

Enem 2011:  Viver em rede no século XXI: Os limites entre o público e o privado

Enem 2012: O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

Enem 2013:  Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Enem 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil

Enem 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira

Enem 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil e Caminhos para combater o racismo no Brasil - Neste ano houve duas aplicações do exame

Enem 2017: Desafios para formação educacional de surdos no Brasil
 
(Com informações da Agência Brasil). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade