UAI
Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

CCR vence leilão da Dutra e vai investir R$ 15 bi na rodovia


29/10/2021 15:26

Em menos de 15 minutos de leilão, o grupo CCR manteve o favoritismo e continuou com a concessão da rodovia Dutra - considerada a joia da coroa das concessões rodoviárias. A empresa disputou com a Ecorodovias e ganhou a disputa com desconto de 15,31% no valor da tarifa básica e outorga de R$ 1,8 bilhão.

A Ecorodovias fez uma proposta de desconto de 10,6% na tarifa básica e encerrou sua participação no leilão.

Com isso, a CCR continua a administrar a rodovia por mais 30 anos e vai fazer investimentos de R$ 15 bilhões.

O mercado não esperava a vinda de novos investidores, mas contava com a participação daqueles que já estavam aqui, como Arteris e a gestora Pátria.

Especialistas avaliam que não houve um esforço muito grande por parte do governo para atrair novos investidores para essa disputa, como a realização de mais road shows (apresentação do projeto a investidores internacionais). Além disso, o tempo de 60 dias para se preparar para o leilão foi considerado curto.

Responsável pela movimentação de quase metade do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, a Dutra é uma das melhores concessões do País por causa do tráfego e por ligar duas das regiões mais ricas do Brasil. Além disso, corta o importante polo industrial do Vale do Paraíba.

A rodovia deve servir de modelo para outras concessões que devem vir pela frente. O governo prevê a implementação de uma série de inovações como o free flow (sistema de cobrança sem praça de pedágio), programa de fidelidade para quem mais usar a estrada e Wi-Fi em toda a sua extensão.

O desafio será fazer tudo isso e reduzir em 20% a tarifa de pedágio.

Atualmente, a estrada é administrada pelo grupo CCR, que assumiu a concessão em março de 1996. Na época, a Dutra estava sucateada pela falta de investimentos, e o número de mortos em acidentes era da ordem de 500 pessoas por ano.

Nestes 25 anos, a rodovia teve muitos avanços na infraestrutura, com inúmeras obras. Mas, aos poucos, começou a enfrentar o estrangulamento das vias, sobretudo nas regiões metropolitanas.

Seja em São Paulo, seja no Rio de Janeiro, a Dutra virou quase uma avenida, com intenso tráfego durante todo o dia na chegada às cidades.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade