Publicidade

Estado de Minas Pandemia

Caixa antecipa pagamento do auxílio emergencial

Parcela é paga nesta sexta-feira (9/7). O pagamento para os nascidos em junho seria feito apenas no dia 27 de julho. Confira o calendário


09/07/2021 11:04 - atualizado 09/07/2021 11:40

Parcela do auxílio emergencial está sendo paga nesta sexta-feira (9/7)(foto: Marcelo Casal JR/Agência Brasil)
Parcela do auxílio emergencial está sendo paga nesta sexta-feira (9/7) (foto: Marcelo Casal JR/Agência Brasil)

A Caixa liberou nesta sexta-feira (9/7) o que seria, a princípio, a terceira e última parcela do auxílio emergencial do governo federal para 40 milhões de brasileiros (veja abaixo os critérios para se obter o benefício). O benefício começou a ser pago em abril, terminaria neste mês e foi prorrogado até outubro.

O pagamento do valor, que varia de R$ 150 a R$ 375, foi antecipado - seria pago apenas no dia 27 de julho - e pode ser movimentado pelo Aplicativo Caixa Tem e sacado nas redes lotéricas de todo o país.

Beneficiários 


Os beneficiários do Auxílio Emergencial 2021 desta sexta-feira (9/7) são os nascidos em junho. No total, até agora o governo federal deverá liberar, conforme aprovado no Congresso Nacional, sete parcelas do auxílio emeregcial.

A decisão de prorrogar o auxílio emeregcial até outubro deverá reverberar em um custo extra de aproximadamente R$ 27 bilhões, segundo cáclculos do governo, que informa ainda que já investiu cerca de R$ 44 bilhões somente este ano.

Valores

  • R$ 150 para famílias de apenas uma pessoa
  • R$ 250 valor padrão para o projeto
  • R$ 375 para famílias lideradas por mães solteiras

Quem tem direito


  • Ter sido contemplado pelo projeto na primeira rodada em 2020
  • Ter mais de 18 anos (exceto no caso de mães adolescentes de 12 a 17 anos com pelo menos um filho);
  • Não ter carteira assinada (vínculo formal ativo);
  • Não receber benefício previdenciário, assistencial, trabalhista ou programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família e do abono salarial do PIS/Pasep;
  • Não ter renda familiar mensal per capita (renda total dividida pelo número de membros de uma família) acima de meio salário mínimo;
  • Não ser membro de família com renda mensal total acima de três salários mínimos;
  • Não morar no exterior;
  • Não ter recebido, em 2019, rendimentos tributáveis (como salário e aposentadoria) acima de R$ 28.559,70;
  • Não possuir patrimônio superior a R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2019;
  • Não ter recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, acima de R$ 40 mil em 2019;
  • Não estar preso em regime fechado nem receber auxílio-reclusão;
  • Não ter sido incluído, em 2019, como dependente na declaração do Imposto de Renda na condição de cônjuge, filho ou enteado de até 21 anos (caso geral) ou até 24 anos (matriculado em instituição de ensino superior ou de ensino técnico médio, ou companheiro com o qual o contribuinte tenha filho ou com o qual conviva há mais de cinco anos;
  • Não ter indicativo de óbito no Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (SIRC) ou no Sistema de Controle de Óbitos (Sisobi);
  • Não ter CPF vinculado, como instituidor, à concessão de pensão por morte de qualquer natureza;
  • Não estar com o auxílio emergencial ou a extensão do auxílio cancelado no momento da avaliação de elegibilidade da nova rodada de 2021;
  • Não ter movimentado os valores do auxílio emergencial depositados na conta poupança digital ou na conta de depósito do Bolsa Família ao longo de 2020;
  • Não ser estagiário, residente médico, residente multiprofissional ou beneficiário de bolsas de estudo concedidas em nível municipal, estadual ou federal.

Como realizar o saque em dinheiro


  • Para realizar o saque em dinheiro, é preciso fazer o login no aplicativo CAIXA Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”.
  • Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora.
  • O código deve ser utilizado para saque em dinheiro nas agências, nas unidades lotéricas ou nos correspondentes CAIXA Aqui.
  • Continua disponível aos beneficiários a opção de utilização dos recursos creditados na Poupança Social Digital para a realização de compras, por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços.
  • Com o aplicativo CAIXA Tem, também está disponível a funcionalidade para pagamentos sem cartão nas cerca de 13 mil unidades lotéricas do banco.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade