Publicidade

Estado de Minas CRISE

Cabify encerrará operações no Brasil em junho

Empresa atuava em Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo


23/04/2021 16:44 - atualizado 23/04/2021 17:12

A empresa chegou ao Brasil em maio de 2016(foto: Cabify/Divulgação)
A empresa chegou ao Brasil em maio de 2016 (foto: Cabify/Divulgação)
O aplicativo de transporte Cabify anunciou, nesta sexta-feira (23/04), que vai encerrar suas atividades no Brasil a partir de 14 de junho. A empresa espanhola, que concorria com a Uber e a 99, atuava no país desde 2016 e não conseguiu suportar a crise econômica causada pela pandemia da COVID-19.
 

Em uma publicação nas redes sociais, a empresa disse que “este será o último mês que nos moveremos pelas cidades do Brasil. A partir do dia 14 de junho deixaremos de transportá-los de Cabify".
 

 
No Brasil, a Cabify atuava em Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Santos e São Paulo, porém, enfrentava dificuldades há bastante tempo. Os usuários e motoristas não “compraram” muito a ideia do app, que tinha baixa adesão, principalmente pelas tarifas altas que eram cobradas.

Além disso, o aplicativo exigia, por parte dos motoristas, veículos mais novos do que as empresas concorrentes. 

Em nota, a empresa informou que o mercado brasileiro ainda vive uma intensa crise socioeconômica, que impossibilita a criação de valor e o avanço da operação no território nacional.

A empresa, fundada em 2011, vai continuar operando em cidades de outros países como Espanha, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru e Uruguai. Ao todo, a empresa tem mais de 33 milhões de usuários registrados no mundo, mais de 400 mil motoristas e 65 mil empresas como clientes.

Diante disso, a Cabify comparou a recuperação da operação no Brasil com a dos outros países em que está instalada. 

"Todas as cidades da América Latina e da Espanha onde Cabify está presente mostram bons índices de recuperação em comparação com o nível de atividade anterior à pandemia e, em média, a demanda global de viagens da Cabify se recuperou em 75% até o final de 2020. Além disso, em alguns mercados, 100% da demanda foi reativada durante os primeiros meses de 2021", diz um trecho da nota.

Segundo a empresa, os motoristas e alguns usuários foram comunicados sobre o fim da operação no país. "Deixaremos de operar no Brasil a partir de 14 de junho. É com tristeza que lhe dizemos isto depois de termos percorrido tantos quilômetros juntos. Entretanto, todos os motoristas podem continuar a trabalhar e obter renda até a data de fechamento".

Outros encerramentos 

Em janeiro de 2021, a Ford anunciou o fechamento de suas três fábricas em funcionamento no Brasil, encerrando toda a produção no país. As atividades em Camaçari (BA) e Taubaté (SP) foram interrompidas e a fábrica que fica em Horizonte (CE) será desativada ao longo do ano.

Com o encerramento das atividades fabris, a montadora manterá em solo nacional apenas o centro de desenvolvimento de produto, que fica na Bahia, a sede regional, em São Paulo, e o campo de provas de Tatuí (SP). 
 
Em comunicado, a Ford informou que tomou a decisão após anos de perdas significativas no Brasil. A multinacional americana acrescenta que a pandemia agravou o quadro de ociosidade e redução de vendas na indústria.

"A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável".

Em dezembro do ano passado, a Mercedes-Benz também anunciou o fechamento da fábrica de automóveis, em São Paulo, e o fim da produção no país.

Segundo a Mercedes-Benz, a decisão de parar a produção veio de uma soma de fatores. Mas o principal deles, claro, foi o econômico. A crise pela qual o Brasil passou nos últimos anos se agravou com a pandemia.

"Isso causou uma queda significativa nas vendas de automóveis premium", disse, em comunicado.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade