Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

'Não temos dinheiro em caixa', diz Bolsonaro sobre auxílio emergencial

O presidente almoçou na tarde desta quarta-feira (03/03) com embaixadores de países do Golfo


03/03/2021 16:42 - atualizado 03/03/2021 17:09

Segundo o presidente, ele está preocupado com as mortes, mas 'emprego também é vida'(foto: Marcos Corrêa/PR )
Segundo o presidente, ele está preocupado com as mortes, mas 'emprego também é vida' (foto: Marcos Corrêa/PR )
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quarta-feira (03/03), que não tem dinheiro em caixa para o pagamento do auxílio emergencial. A declaração foi feita após almoço com embaixadores de países do Golfo.

“Uma coisa tem que ficar bem clara perante a todos aqui: nós não temos dinheiro em caixa. Tudo o que fazemos no tocante a auxílio emergencial é endividamento”, disse. 
 
 
Segundo o presidente, ele está preocupado com as mortes, mas “emprego também é vida”. 

“A economia tem que pegar. Alguns falam que eu não estou preocupado com mortes. Uma pessoa desempregada, ela entra em depressão, tem problemas, se alimenta mal, é mais propensa a pegar outras doenças, tem brigas familiares”, explicou.

“O governo federal fez todo o possível para evitar que se transformasse em um caos. Eu temia, lá atrás, questão de problemas sociais gravíssimos e, graças a Deus, com essas medidas, não tivemos”, completou.
 

 
Vacinas

Ainda segundo Bolsonaro, a falta de vacinas não é um problema exclusivo do Brasil. “Falta no mundo todo. Alguns nos criticam por aí, mas não tem no mundo todo. Alguns falam: ‘tem que comprar’. Me diga onde. O Brasil é um dos poucos países que têm capacidade de produzir vacinas”, explicou o presidente.
 
 




receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade