Publicidade

Estado de Minas GUERRA DE PREÇO

Combustíveis: Bolsonaro cutuca governadores ao criticar bitributação

Presidente insiste na campanha para governadores abrirem mão de receita para baratear o preço dos combustíveis, em especial o diesel dos caminhoneiros


12/02/2021 09:10 - atualizado 12/02/2021 09:54

Bolsonaro pressiona governadores a baixar cobrança da alíquota do ICMS sobre combustíveis(foto: AFP)
Bolsonaro pressiona governadores a baixar cobrança da alíquota do ICMS sobre combustíveis (foto: AFP)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) começou cedo, nesta sexta-feira (12/02), no perfil que mantém no Twitter, a pressão para baixar o preço dos combustíveis por meio da redução de impostos




O próprio Bolsonaro admitiu que o projeto está pronto, mas ainda precisa do aval do Ministério da Economia, que, de acordo com Bolsonaro, "atrasou" sua análise.

Pressionando estados


Bolsonaro já declarou que não interfere na política de preços da Petrobras. No entanto,  aparentando desconhecer a penúria dos estados brasileiros, agravada pela pandemia do novo coronavírus, o presidente pressiona também governadores.

Bolsonaro quer que estados também deem a sua cota de sacrifício, reduzindo o Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS).

No plano federal, o próprio Bolsonaro disse que  cada centavo de redução no PIS/Cofins sobre o diesel teria impacto de R$ 800 milhões nos cofres públicos.

Ao informar esse cálculo da equipe econômica, Bolsonaro admite que a redução do preço do diesel é, em última análise, a meta a ser alcançada.

O combustível usado pelos caminhoneiros tem que baratear para evitar novas greves em decorrência dos reiterados reajuste dos combustíveis.

Gasolina e diesel sofretam cinco reajustes apenas em 2021.

O último anúncio foi nesta segunda-feira (0 8/02), com aumento de 8% na gasolina e 6% no diesel. Ou seja, em menos de dois dois meses, a gasolina já subiu 20,6% e o diesel 11% no valor cobrado nas refinarias.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade