Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: CDL/BH lança programa de soluções para sobrevivência de empresas

Serviço de apoio foi criado após série de reuniões entre entidade e empresários em busca de saídas para superar crise do coronavírus


postado em 23/04/2020 16:00 / atualizado em 23/04/2020 16:28

Atividades consideradas não essenciais estão suspensas desde o dia 20 de março(foto: Leandro Couri/ EM/ D.A Press)
Atividades consideradas não essenciais estão suspensas desde o dia 20 de março (foto: Leandro Couri/ EM/ D.A Press)
Um conjunto de soluções para que as empresas possam sobreviver à crise causada pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) inspira o programa É pra já, lançado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). Por meio do projeto, a CDL oferta uma série de serviços, alternativas e benefícios para que o comércio busque garantir seu próprio equilíbrio e a manutenção dos empregos.
 
O programa foi criado após uma série de reuniões que a CDL fez com empresários de vários ramos de negócio e tenta atender às necessidades e preocupações apontadas pelos associados com relação à crise econômica, que afetou principalmente os setores de comércio e serviços. O É pra já foi desenvolvido em seis eixos principais: as vendas on-line, consultorias gratuitas, redução de custo e aumento de receita, informações em tempo real, saúde financeira e dicas para a condução do negócio.

Segundo o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza, um dos principais aspectos do projeto é preparar as empresas para as vendas virtuais, já que devem ser cumpridas as medidas de restrição de abertura dos comércios impostas pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), no dia 20 de março. 

“Esse é um programa que tem como objetivo principal ajudar as empresas a sobreviver a esta crise. No entanto, ele também possui vários aspectos que já preparam as empresas para se manter vivas após o coronavírus. Ninguém mais pode adiar a sua entrada no mundo virtual”, alerta Souza e Silva.

Ainda de acordo com o plano da CDL, estarão disponíveis para os empreendedores, a partir do dia 30 de abril, cursos e palestras gratuitas ensinando como deve ser feita a abertura das lojas virtuais. O curso será realizado em parceria com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

O programa apresentará ainda saídas para redução de custos por meio de parcerias e oferta de serviços a variados segmentos. “Desde o início da pandemia, nós disponibilizamos um hotsite aberto para a toda a população. Por meio dele, ela fica por dentro de todas as medidas tomadas pelos governos federal, estadual e municipal. Tiramos dúvidas e fazemos esclarecimentos de todas as legislações que surgiram em virtude da pandemia. É um trabalho que está sendo de vital importância para as empresas e seus colaboradores”, afirma o presidente da entidade.
 
*Estagiário sob supervisão do subeditor Eduardo Murta


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade