Publicidade

Estado de Minas COMéRCIO

Preço de bacalhau varia até 96% na Grande BH

Pesquisa mostra variação no valor dos pescados, com diferença que chega a 167% no valor do quilo do salmão. Levantamento revela ainda aumentos de até 19% este ano


postado em 25/02/2020 04:00 / atualizado em 24/02/2020 21:13

Tradicional na quaresma, peixe salgado é vendido por até R$ 141,50 o quilo do tipo Porto Imperial(foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press %u2013 25/11/13)
Tradicional na quaresma, peixe salgado é vendido por até R$ 141,50 o quilo do tipo Porto Imperial (foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press %u2013 25/11/13)

Para os consumidores que planejam trocar a carne vermelha pelo bacalhau e peixes amanhã, quarta-feira de cinzas, a recomendação é pesquisar para economizar na hora de fazer a penitência. Levantamento de preços realizada pelo site Mercado Mineiro para o período da Quaresma na tradição católica mostra diferenças de preços significativas no comércio da Grande BH. Entre os tipos de bacalhau, a maior variação de preços é encontrada no Porto Imperial, cujo preço do quilo varia de R$ 75,90 a R$ 149,00, uma diferença de 96%, e a menor diferença, de 25,19%, ocorre no valor do tipo Cod, que custa entre R$ 79,80 e R$ 99,90.

O tipo mais barato, o Saithe tem preços variando 63% nos supermercados e peixarias da capital e o quilo custa entre R$ 39,90 e R$ 65. A maior variação entre os itens pesquisados está no valor do quilo do camarão rosa limpo médio, que vai de R$ 55,90 a 141,50, uma diferença de 153%. Já o quilo do camarão 7 barbas pequeno custa de R$ 23,90 a 49,90, uma diferença de 108%.

Entre os peixes mais comercializados a maior diferença de preço é encontrada no quilo do salmão, que variou de 29,90 a 79,99, uma diferença de 167%, seguida pela variação de 152% no valor do quilo do cascudo, que é encontrado entre R$ 9,90 e 25%. Ainda segundo o levantamento do Mercado Mineiro, os preços da sardinha, peixe mias popular, tiveram variação de 123% nos supermercados e peixarias, custando de R$ 8,90 a 18,90. Outro pescado que teve variação muito grande foi o file de tilápia, cujo preço do quilo vai de R$ 20,90 a R$ 45, uma diferença de 115%. A traíra de R$ 13,99 a R$ 29,90, vem na sequência, com uma diferença 113%. O dourado, que custa de R$ 22,90 até R$ 41,90, mostra uma diferença de 83%. O surubim em postas de R$ 23,90 a R$ 45, uma diferença de 88%.

Além da grande variação de preços, o site pesquisou ainda se houve aumento nos preços entre o início da quaresma no ano passado e este. “Comparamos o preço médio do ano passado com o desse ano também e tivemos aumentos que chegam a 19%”, diz o site ao informar que no ano passado o preço médio do camarão estava em R$ 90 e hoje o valor chega a R$ 107.  Já o bacalhau Saith teve aumento de 5,5%, era 47,92 e passou para 50,54. “Nos peixes tivemos aumento na sardinha, que subiu 11%. Era 12,14 no ano passado e passou para 13,48 agora em média.

Ainda segundo o levantamento, a maioria dos pescados se manteve com preços estáveis entre o ano passado e agora e houve casos até  mesmo de queda de preço, como no caso da traíra, cujo quilo custava, em média, R$ 22,80 na quaresma de 2019 e agora é vendida por um valor médio de R$ 21,12. A pesquisa completa está disponível no site www.mercado mineiro.com.br. Lá o consumidor pode consultar onde os produtos podem ser adquiridos com preços mais baixos em supermercados ou peixarias da Grande BH.



Publicidade