Publicidade

Estado de Minas

Custo da gasolina sobe a R$ 4,528 em Montes Claros

Tendência dos revendedores é repassar ao consumidor aumento aplicado pela Petrobras às refinarias, que foi de 3,5% para o litro da gasolina e 4,2% para o diesel


postado em 21/09/2019 04:00 / atualizado em 21/09/2019 11:04


 
O auxiliar de produção João Valter Vieira optou por encher o tanque do carro com etanol para fugir do aumento (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press )
O auxiliar de produção João Valter Vieira optou por encher o tanque do carro com etanol para fugir do aumento (foto: Luiz Ribeiro/EM/D.A Press )

Os consumidores de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, começaram a sentir no bolso o aumento do preço da gasolina. Na tarde de ontem, em vários postos da região Central da cidade, o preço do litro do combustível chegou a R$ 4,528, ante R$ 4,472, aumento médio de 1,25%. Ainda assim, o movimento nos revendedores aumentou, com muitos motoristas dispostos a encher o tanque, pois a perspectiva é de novo aumento nos novos próxinos dias, com a tendência do repasse para as bombas do reajuste de 3,5% da gasolina na refinaria, anunciado pela Petrobras.

A estatal também anunciou o aumento de 4,2% do preço do litro do óleo diesel na refinaria. O reajuste foi decorrente da elevação do preço dos combustíveis em nível mundial, consequência do ataque com o uso de drones à principal refinaria da Arábia Saudita no fim de semana passado.

O presidente regional do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis (Minaspetro) em Montes Claros, Gildeon Durães, disse que os postos ainda não repassaram o aumento de 3,5% da gasolina para o consumidor. Mas, a “tendência” é de que os revendedores venham elevar o preço do combustível no mesmo patamar assim que receberem novas remessas das refinarias, já com o “valor novo”. “Acredito que até segunda ou terça-feira da próxima semana já tenhamos novos preços”, afirmou o representante do Minaspetro.

Gildeon disse que em seu estabelecimento em Montes Claros o preço da gasolina na bomba, ontem, era ainda de R$ 4,499 o litro. Se o reajuste de 3,5% for repassado integralmente, o valor do litro de gasolina vai passar para R$ 4,604. “Que o aumento (de 3,5%) vai chegar (ao consumidor), vai. Mas ainda não sei como e quando vai acontecer. Isso depende das distribuidoras”, afirmou o comerciante.

Diante da perspectiva do aumento do preço combustível, por precaução, o auxiliar de produção João Valter Vieira foi até um posto, no final da tarde de ontem e encheu o tanque. “Estou usando etanol, que está a R4 2,67 o litro. Mas, como foi anunciado o aumento a gasolina, acredito que o preço do etanol vai subir também”, disse João Valter Vieira.



Publicidade