Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

ICCE mostra que economia segue em trajetória de lenta recuperação


postado em 17/06/2019 14:57

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (Iace) caiu 0,9% em maio ante abril, para 116,1 pontos, informaram nesta segunda-feira, 17, o Instituto Brasileiro de Economia Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) e o The Conference Board (TCB). Cinco dos oito componentes que medem a atividade econômica no Brasil contribuíram negativamente para a evolução do índice do mês, com destaque para o Índice de Expectativas dos setor de serviços, que recuou 5,3%.

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia Brasileira (ICCE), que mensura as condições atuais da economia, subiu 0,7% em maio, para 103,8 pontos.

O economista do Ibre/FGV Paulo Picchetti avalia que o avanço no ICCE mostra que a economia brasileira segue em sua trajetória de lenta recuperação, mas a "forte influência negativa das expectativas sobre o resultado do Iace" evidencia a pequena probabilidade de aumento significativo no ritmo de expansão.


Publicidade